O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a ONU Mulheres são os mais novos órgãos a receberam o projeto de mobilidade com foco em veículos movidos a eletricidade.

Trata-se do projeto Mob-i desenvolvido pela hidrelétrica Itaipu em parceria com a empresa portuguesa CeiiA (Centro de Excelência da Indústria da Mobilidade). Foram disponibilizados dois automóveis elétricos que circularão com monitoramento constante e tendo seus dados coletados para análise científica.

O interesse da ONU no projeto está no fato do programa contribuir para a redução da emissão de gases poluentes, alem de incentivar a pesquisa e o uso de energias renováveis.


Foto: Bárbara de Oliveira/Pnud Brasil

Por meio do sistema Mob-me, os veículos podem ser monitorados online e assim são atualizados os indicadores de energia elétrica consumida, o número de viagens e distâncias percorridas, são calculados dos gases de efeito estufa que deixam de ser lançados na atmosfera, principalmente o CO2. Além disso, não é emitido poluição sonora, pois o motor é silencioso.  

A versão do porjeto Mob-i para ONU não é a primeira, lançado em junho de 2014, o programa já foi levado para a Prefeitura de Curitiba, na própria Itaipu e nos correios de Brasília.


Foto: Bárbara de Oliveira/Pnud Brasil

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.