- Publicidade -
professores sustentabilidade
Foto: Divulgação

Desenvolvido pela Escola Internacional para Sustentabilidade (EIS), especialmente para professores de Escolas Profissionalizantes dos Núcleos Regionais de Educação de Foz do Iguaçu, Cascavel e Toledo, a formação “Sustentabilidade na prática pedagógica” oferece aos educadores a possibilidade de implementar e complementar suas atividades sobre o tema em diferentes disciplinas.

- Publicidade -

A trilha de aprendizagem do curso é composta por atividades na modalidade semipresencial, incluindo uma abordagem teórica no Ambiente Virtual de Aprendizagem (80h) e um “dia de campo” (8h), para que os professores possam visualizar na prática os conceitos abordados na etapa anterior.

“Essa temática ainda é um desafio para nós. A formação da EIS foi de suma importância, na qual pudemos sanar uma série de dúvidas, nos atualizar, interagir e refletir como aplicar esse conhecimento no planejamento e otimização dos projetos que temos em nossa instituição”, destacou Silmar Paschoali, diretora do Colégio Estadual Francisco Lima da Silva, e integrante da primeira turma.

professores sustentabilidade
Foto: Divulgação

Ainda de acordo com a diretora, a troca de experiências entre os participantes e a visita técnica também são pontos fortes do conteúdo programático e devem servir como referência para algumas atividades do curso profissionalizante em agronegócio que está sendo implementado no colégio.

As duas primeiras turmas, entre abril e o início de julho, contaram com cerca de 90 participantes, de três colégios estaduais de Cascavel. Já as turmas 3 e 4, em andamento, serão compostas por professores dos municípios de Foz do Iguaçu, Medianeira, Palotina e Toledo.

- Publicidade -

Para o professor da disciplina de sociologia do Colégio Estadual Padre Carmelo Perrone, Alison Assini, “a parte prática é realmente importante para entender as alternativas reais que estão sendo desenvolvidas e, assim, poder abordar essas ações com os estudantes dentro do contexto das transformações socioambientais que estamos enfrentando”.

Educação que transforma

professores sustentabilidade
Foto: Divulgação

Em consonância com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), a “Sustentabilidade na Prática Pedagógica” parte da premissa que o processo de transformação da sociedade, por meio da educação, é um dos caminhos para a adoção de comportamentos comprometidos com o desenvolvimento sustentável e para a construção de sociedades mais justas.

Até quem está há décadas atuando em salas de aula se surpreende com as pautas de sustentabilidade que são trazidas para o ambiente escolar, pelos próprios alunos, de forma espontânea.

- Publicidade -

“Graças às redes sociais, esses jovens estão bastante atualizados dos impactos das atividades produtivas nos recursos naturais. Por isso, é importante que a nossa geração se mantenha contextualizada para manter esse diálogo com nossos discentes”, explicou a professora de história, Elis Regina Veridiano.

Visita técnica

Na última semana do mês de junho, os cursistas das turmas 1 e 2 realizaram uma imersão em locais estratégicos, que possuem iniciativas relacionadas a alguns dos conteúdos que integram o curso e, nas quais, os docentes puderam aprimorar os conhecimentos sobre conceitos e práticas de sustentabilidade.

A programação contou com visitas às futuras instalações de uma planta de bioenergia com foco na produção de biogás a partir de dejetos suínos, no município de Toledo; às estruturas de duas Unidades de Valorização de Recicláveis (UVRs), em Cascavel; e, ainda, a uma propriedade de produção de alimentos orgânicos, na zona rural cascavelense.

professores sustentabilidade
Foto: Divulgação