Uma novidade sustentável chega às praias do Rio de Janeiro neste ano. São as duchas movidas a energia solar, a serem instaladas na praia de Copacabana. Ao todo serão 32 chuveirinhos a partir de janeiro.

Além de ecológicas, as Ecoduchas terão água filtrada. Os chuveiros ficarão próximos ao calçadão para serem usados pelas pessoas que saírem da praia e para os que quiserem se refrescar após a prática de exercícios.

A empresa Blue Sol Energia Solar foi a responsável por doar os chuveiros à Secretaria Municipal de Meio Ambiente do RJ. E, de acordo com o contrato, ainda fará a manutenção diária dos equipamentos ao longo de dois anos.

Um chuveiro para testes foi instalado, há um ano, no Posto 9, na praia de Ipanema. As bombas de sucção da água das ecoduchas são enterradas na areia e os painéis com placas fotovoltaicas transformam a luz solar em energia que movimenta as bombas de captação de água.

O sócio-diretor da companhia, Luis Otávio Colaferro, explicou à Agência Globo, que entre a bomba e o chuveiro há o sistema de filtragem da água, que é feito com brita. Ele ressalta que, mesmo com a filtragem, a água não é potável. Como ela passa pela areia, a salinidade da água é baixa e a areia já realiza um processo similar ao de filtragem, mas por ser salobra ela não pode ser usada para consumo.

Para utilizar os chuveirinhos ecologicamente corretos é simples: basta acionar um botão que o dispositivo jorra a água em cinco segundos. Em Ipanema, onde foi realizado o teste, os banhistas aprovaram a ecoducha e ela permanecerá na praia. Os mesmos aparelhos já são usados em praias do Nordeste. Com informações de Agência O Globo.

Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.