Começa a funcionar neste domingo (23) a CicloFaixa de Lazer que interligará a ciclovia da marginal Pinheiros a represa de Guarapiranga. O percurso, que vai da estação Vila Olímpia da CPTM até Interlagos, na zona sul, tem 20,6 km de extensão em cada sentido.

Assim como as demais ciclofaixas espalhadas pela cidade de São Paulo, a nova estrutura funcionará apenas aos domingos e feriados nacionais. Apenas no trecho de 15 quilômetros da ciclovia é que os ciclistas podem pedalar com exclusividade em qualquer dia da semana.

O percurso a ser inaugurado faz parte do plano de governo do prefeito paulista Gilberto Kassab, que termina o mandato entregando cem quilômetros de “estrutura cicloviária”. No entanto, existem apenas 47,6 km de vias exclusivas para ciclistas e que funcionam todos os dias da semana em São Paulo.

Com a inauguração da nova ciclofaixa é possível ir do centro da cidade até a Guarapiranga utilizando apenas as vias exclusivas para bicicletas. Após sair da ciclovia da marginal, o ciclista passa por duas grandes avenidas: Miguel Yunes e Interlagos, até chegar à Avenida Atlântica, na orla da represa. O trajeto ainda não está interligado às ciclofaixas da zona norte e leste.

Mesmo com a inserção de ciclofaixas e ciclorrotas, a cidade de São Paulo ainda está muito aquém de outras grandes cidades mundiais em estrutura cicloviária. No Brasil, Rio de Janeiro é a mais equipada, com 270 quilômetros de vias exclusivas para bikes, a única cidade latino-americana com mais ciclovias é Bogotá, na Colômbia. Com informações do Estadão.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.