Uma nova gasolina menos agressiva ao meio ambiente começou a ser comercializada nesta terça-feira (7), em vários postos de todo o país, para substituir a versão comum. Chamado de S-50, o novo combustível de alta eficiência possui menor concentração de enxofre, e, ao ser queimado, libera até 60% menos de gás carbônico e de óxido de nitrogênio na atmosfera do que as versões convencionais.

Desenvolvida pela Petrobras, a gasolina S-50 concentra bem menos enxofre em sua fórmula – são 50 partes por milhão, contra as mais de 800 partes por milhão encontradas na S-800, versão anterior. Com isso, a produção do combustível e a fumaça expelida pelos veículos no trânsito causarão menores impactos na natureza e na saúde das pessoas.

O gerente de soluções da Petrobras, Frederico Kremer, explicou que a S-50 deverá trazer benefícios para toda a sociedade, sobretudo para os motoristas. Isso porque o novo combustível de alto desempenho protege o motor dos veículos devido à baixa formação de depósitos de resíduos do combustível nas válvulas, bicos injetores e câmaras de combustão. Assim, menos manutenções automotivas serão necessárias com o uso contínuo do S-50.

De acordo com o representante da empresa estatal, não haverá reajuste no preço da gasolina, mesmo com o aumento da qualidade do produto. A Petrobras também afirmou que o diesel S-1800 vai parar de ser usado para fins rodoviários, sendo substituído pelas versões S-10 e S-500, que também poluem menos. Segundo a Petrobras, as metas de redução de emissões referem-se aos motores fabricados após 2009. Com informações do jornal O Povo.

Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.