A Costa Rica deu um grande passo em direção ao futuro neutro em carbono. O país latino-americano está há 76 dias consecutivos utilizando apenas fontes renováveis de energia para abastecer toda a sua população, uma média de cinco milhões de pessoas.

A informação foi divulgada pelo Instituto de Eletricidade da Costa Rica (ICE). De acordo com a instituição, os bons índices pluviométricos permitiram um bom aproveitamento do potencial hidrelétrico, considerado uma fonte renovável de energia. Outras fontes também foram usadas, como solar, eólica e geotérmica.

O bom desempenho das fontes renováveis permitiu redução de 12% nas tarifas de eletricidade no país. Isto acontece porque, além de poluentes, os combustíveis fósseis acabam sendo mais caro do que as opções limpas. A tendência é de que a redução continue nos próximos meses.

Considerado um refúgio turístico e ambiental, o governo costa-riquenho já havia anunciado a decisão de não explorar suas reservas de petróleo para preservar seus mananciais. O país também assumiu o compromisso de neutralizar as suas emissões de carbono até o ano de 2021.

Para alcançar este objetivo, a Costa Rica deve manter seus investimentos em fontes renováveis de energia.

Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.