Em dezembro de 2014, a prefeitura de Jundiaí, interior de São Paulo, anunciou um pacote de medidas para o setor de mobilidade urbana. Entre os projetos, o primeiro e terceiro domingo de cada mês seria contemplado com ônibus com passagem a R$1,00.

A chamada tarifa social passou a valer em fevereiro deste ano. Válido para todos os passageiros, o valor tem o objetivo de beneficiar as famílias e atrair para a visitação das áreas de lazer da cidade.

Segundo a prefeitura, após dois meses de implantação, já são mais de 35,5 mil pessoas utilizando o transporte coletivo nos dias de tarifa social. A Secretaria de Transportes calcula que a média de passageiros aumentou 5,4%.

Tanto sucesso, levou a gestão a reforçar o número da frota. Para quem usa transporte público, não é novidade que domingo é o dia “tomar chá de cadeira”. Por conta disso, a linha mais utilizada agora atende aos passageiros de 15 em 15 minutos.

A intenção é estender a tarifa menor para todos os domingos. E esse não é o único projeto interessante que vem sendo realizado na cidade. Em março, o CicloVivo noticiou a aprovação de um projeto que pretende tornar o município mais agradável aos pedestres. Ele será o primeiro do Brasil a prototipar e testar intervenções urbanas com a metodologia "Urbanismo Caminhável”, saiba mais aqui.

Redação CicloVivo 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.