sementes-encosta Contagem
Foto: Arquivo Defesa Civil de Contagem (MG)
- Publicidade -

Para amenizar o risco de deslizamento de encostas durante o período chuvoso na cidade de Contagem, região metropolitana de Minas Gerais, técnicos da Subsecretaria de Defesa Civil do município iniciaram um trabalho voltado ao plantio de sementes de Ipê Mirim e de espécies leguminosas (Feijão Andu, Mucuna Preta, Feijão de Porco, Fava e Lablab) em barrancos e encostas que apresentam risco geológico.

A iniciativa está sendo realizada em conjunto com moradores, membros dos Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil – Nupdecs, a partir de um trabalho de conscientização para que a própria comunidade ajude a semear e a manter as espécies. O primeiro local contemplado com as sementes foi a vila conhecida como “Buracão”, localizada no bairro Bandeirantes, na região Industrial.

De acordo com o assessor de mobilização da Defesa Civil e especialista em agricultura orgânica e biodinâmica, João Carlos Silveira, o “Buracão” foi escolhido para iniciar o projeto porque é uma área que apresenta alto risco geológico e já vem sendo monitorada pelo órgão.

- Publicidade -

“Esse tipo de plantio favorece a recuperação de áreas degradadas, pois permite a estabilização do solo e cria condições para a revegetação. São ações simples, mas que, ao longo do tempo, contribuem para minimizar a ação dos agentes erosivos e para recuperar ambientalmente as áreas afetadas.”

João Carlos Silveira, especialista em agricultura orgânica e biodinâmica

A princípio, além do “Buracão”, a Defesa Civil pretende executar esse trabalho junto com os Nudecs da Vila Feliz, Morro dos Cabritos, Vila Epa, Vila Soledade, Campina Verde e Rua Esmeralda. “Esses locais servirão de termômetro para avaliar a eficácia da ação e o envolvimento dos moradores. Nossa expectativa é a melhor possível. Esperamos estender a todos os Nupdecs já implementados na cidade”, destacou o especialista.

As informações são da Prefeitura de Contagem.

- Publicidade -