Você já deve ter ouvido falar da babosa, de tão popular que essa planta é. Existe diversas espécies de babosas, mas a mais conhecida é a Aloe vera, uma planta suculenta, de origem africana.

A babosa tem muitas utilidades. É usada para cosméticos, como planta ornamental, como alimento (a partir de suco e chá de Aloe vera) e medicinal. É muito comum hidratação com babosa da pele e dos cabelos, é bactericida, tem ação cicatrizante, analgésica e anti-inflamatória. Pode ser usada também como planta purificadora de ar.

De acordo com o especialista em agricultura orgânica Thiago Tadeu Campos, a babosa pode ser cultivada de diversas maneiras, em vaso, em canteiros, e é uma planta que você ainda pode cultivar dentro de casa. Observe as dicas que daremos sobre o clima, a luminosidade, o solo e cultivo adequados, para que você comece a plantar no cantinho que você tem disponível.

Clima

A babosa é de regiões com clima equatorial, subtropical, tropical, por isso ela prefere locais mais quentes. Ela é bem rústica, então tolera variações bruscas de temperatura, mas morre quando em temperatura abaixo de 4ºC.

Luminosidade e solo

Foto: iStock by GettyImages

A babosa é uma planta que gosta de sol. Ela precisa de muita luz solar direta, por pelo menos 8h por dia, mas pode ser cultivada sob meia-sombra também. O solo deve ser bem drenado, pois a babosa não tolera encharcamento, e leve. Podem ser solos arenosos ou argilosos.

Cultivo e formas de cultivo

Como a babosa é uma planta rústica, não exige muitos cuidados. É só observar alguns passos e garantir um plantio saudável. Você pode plantar a babosa em vaso ou em canteiros em uma horta orgânica.

O vaso pode ser médio ou grande, com no mínimo 20 cm de diâmetro, com furos no fundo para não acumular água. A babosa também pode ser plantada em grupos, em canteiros, desde que respeitado o espaçamento.

Espaçamento

O espaçamento ideal para babosa é de 1m x 1m, para quem não tem grandes áreas e mesmo assim preferir plantar em grupos.

Adubação

Faça uma adubação orgânica que contenha bastante fósforo. Você pode utilizar na composição do seu adubo borra de café, por exemplo, que contém esse mineral.

Irrigação

A babosa pode ser regada com pouca frequência. Uma vez por semana é o ideal. Antes de realizar as regas, observe se o solo não está úmido. Se estiver úmido, não regue.

Propagação

Para cultivar a babosa orgânica, é preciso escolher o modo de fazer o plantio. As opções são usar uma folha ou usar um broto.

Ao usar a folha, você precisa cortá-la de uma babosa de boa qualidade, cortar a base da folha, esperar alguns dias (que pode levar até duas semanas) até ela criar um filme sobre a parte cortada, e finalmente plantá-la, pelo menos 1/3 dentro do solo. A folha que você escolher deve ter cerca de 8 cm.

Ao escolher plantar o broto, você deve separá-lo ou cortá-lo da babosa. Eles ficam na base da planta, tem suas próprias raízes, porém estão unidos a planta mãe. Você deve separar ou cortar o broto da planta, e, caso tenha que cortar, espere cicatrizar. Depois, é só plantar.

Nunca deixe as folhas da babosa entrar em contato com a terra, pois ela poderá apodrecer. Você pode colocar uma camada de material como seixos acima do solo para evitar isso.

Poda e colheita

Foto: iStock by GettyImages

Faça as podas das folhas que estiverem secando ou quando quiser diminuir a quantidade de mudas. Já para fazer a colheita, corte as folhas que estão mais afastadas da base da babosa. As folhas podem ser colhidas quando a planta tiver novos brotos, na primeira vez, e depois sempre antes da estação chuvosa. Cada planta dá em torno de 30 folhas.