A Zamioculca é uma folhagem muito conhecida e utilizada em paisagismo. Com origem na África, seu nome científico é Zamioculcas zamiifolia. Ganhou este nome científico devido à semelhança com as folhas de Zamia, uma cicadácea. Apesar da semelhança, a Zamioculca pertence à família das Aráceas, a mesma de Caládios, Copos-de-leite e Antúrios. Suas folhas são rústicas, muito brilhantes e de cor verde escura. As plantas podem chegar a um metro de altura, são muito bonitas, principalmente quando utilizadas na decoração de interiores ou em locais com baixa luminosidade natural.

Usos da zamioculca e cuidados com a toxicidade

A Zamioculca é uma planta muito usada em paisagismo. De acordo com o especialista em Agricultura Orgânica Thiago Tadeu Campos, é ideal para ser cultivada em locais sombreados, onde outras plantas teriam dificuldade de desenvolvimento. Como é uma planta de sombra total, torna-se uma excelente alternativa para compor corredores com pouca luminosidade. Podem ser cultivadas também em vasos, e são consideradas plantas para apartamento, pois ficam bem em interiores de maneira geral, como quartos, escritórios, lojas, shoppings entre outros.

Ela não necessita de cuidados específicos e apresenta crescimento lento. No entanto, é necessário tomar cuidado, a planta Zamioculca é venenosa, e todas as suas partes são tóxicas se ingeridas. Por este fato, é muito importante mantê-la longe de crianças e animais domésticos.

Como plantar zamioculca orgânica

Clima

A Zamioculca gosta de climas tropicais e a flor de Zamioculca surge no início do outono ou verão. A Zamioculca deve ser cultivada em ambientes internos, em temperaturas nunca abaixo de 18 graus. A temperatura ideal situa-se acima de 25 graus.

Luminosidade

A Zamioculca tolera bem a falta de luminosidade e se enquadra nas plantas que gostam de sombra. Não deve receber luz solar direta.

Solo

O solo ideal deve apresentar boa drenagem. A mistura de solo indicada pode conter 1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de terra vegetal adubada e 1 parte de areia. Podem ser adicionados compostos orgânicos para adubação.

Foto: Lapandr/iStock 

Irrigação

Não necessita de regas frequentes. Cultivada num vaso compatível com o seu porte, pode ser irrigada duas vezes por semana.

Mudas e plantio

Sua reprodução pode ser feita por sementes, por divisão de touceiras, ou por estacas de suas folhas (cortando na base da planta). Apesar de muito prática a técnica de estacas, o enraizamento das Zamioculcas leva muito tempo, tomando de 6 a 8 meses.

Tratos culturais

Foto: SharafMaksumov/iStock

As Zamioculcas não são muito exigentes em tratos, em podas ou em controle de pragas. Mas ao perceber que seu crescimento está limitado no vaso, não deixe que ela se deforme e replante-a em um vaso maior.