Uma prática que vem se tornando cada vez mais comum em grandes metrópoles é o cultivo de hortas urbanas. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), traz algumas dicas de como plantar vegetais.

Os vegetais são ricos em vitaminas, minerais e fibras, que são essenciais para o nosso organismo. Auxiliam o sistema imunológico, a saúde dos ossos e da pele além de melhorar o trânsito intestinal. De acordo com a nutricionista da Codeagro Milene Raimundo, “o mais importante no consumo de vegetais é a variação. Deve-se variar as cores e formas de preparo, assim é possível garantir que os diferentes nutrientes  que cada um fornece sejam bem aproveitados no organismo.”

Milene também garante que o cultivo próprio permite o consumo de alimentos mais frescos, com maior valor nutricional, além de fortalecer a relação do homem com a natureza. “O plantio incentiva o consumo e a variedade, pois é possível produzir diferentes alimentos durante o ano”.

Quais vegetais plantar em espaços pequenos:

Alface

Clima: A alface tem diversidades em seus cultivares; o de inverno para plantio em temperaturas amenas e frias, e de verão, para plantio sob temperaturas mais altas.

Plantio: As mudas podem ser plantadas em vasos e tem que ficar em locais bem iluminados. O solo deve possuir alto teor de matéria orgânica e ser mantido úmido.

Cuidados: A alface necessita de boa luminosidade, preferencialmente com luz solar direta, mas é tolerante à sombra parcial. Irrigar com frequência, porém sem que permaneça encharcado.

Colheita: A colheita da alface pode ser feita entre 55 e 130 dias depois da semeadura.

Rúcula

Clima: A rúcula é uma hortaliça que cresce melhor em clima ameno, com temperaturas em torno de 16°C a 22°C. Recomenda-se o plantio em março e julho.

Plantio: Plante as sementes diretamente no local definitivo, superficialmente com até 0,5 cm no solo, ou em sementeiras, com as mudas sendo transplantadas quando atingirem 5 cm de altura, com cuidado para não danificar as raízes.

Cuidados: No outono e inverno pode ser cultivada com sol direto o dia todo, mas no verão é melhor prover sombra parcial durante as horas mais quentes do dia. Irrigue com frequência para que o solo seja mantido sempre úmido, mas sem que permaneça encharcado. Retire as plantas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.

Colheita: A colheita da rúcula pode ser feita a partir de 20 a 65 dias da semeadura.

Quais vegetais plantar em espaços médios:

Cenoura

Clima: A cenoura é uma planta que cresce melhor em clima ameno, porém existem cultivares adaptados a condições mais quentes.

Plantio: O cultivo é indicado entre o outono e o inverno e as sementes devem ser plantadas diretamente na horta, com profundidade de 0,5 cm a 1 cm, pois a cenoura não suporta transplante. Os cultivares de raízes arredondadas devem ser semeados em vasos, desde que a profundidade dos mesmos comporte o tamanho da raiz.

Cuidados: A cenoura cresce melhor em condições de alta luminosidade de sol, porém o cultivo tolera meia sombra. Irrigar quando necessário para manter o solo levemente úmido, evite o excesso de água, pois ela apodrece as raízes. Retire as plantas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.

Colheita: A colheita da cenoura ocorre entre 60 e 120 dias após a germinação.

Tomate Cereja

Clima: Geralmente o tomateiro cresce melhor com temperaturas diurnas entre 20°C e 26°C, com uma variação de temperatura entre o dia e a noite.

Plantio: As sementes de tomate podem ser plantadas diretamente no local definitivo ou em sementeiras, com cerca de 10 cm de altura e 7 cm de diâmetro. O plantio das mudas de tomate é realizado quando elas atingem de 15 cm a 25 cm de altura. Os tomateiros se adaptam a um grande número de recipientes, como em vasos, jardineiras e cestas, mas a variedade a ser plantada deve ser escolhida de acordo com o tamanho da planta e do recipiente.

Cuidados: Os tomateiros geralmente crescem e produzem melhor em condições de alta luminosidade, com sol direto por algumas horas no dia. Irrigar de forma a manter o solo sempre úmido, mas sem que permaneça encharcado. Tomateiros plantados em vasos, jardineiras, cestas suspensas, sacos plásticos com terra e outros tipos de contêineres precisam ser escorados para assegurar seu desenvolvimento. Podem ser usadas varas de bambu ou de madeira, tomando-se o cuidado ao amarrar os suportes em cada planta.

Colheita: O tomate não precisa estar maduro para a colheita que, em geral, inicia-se de 90 a 100 dias após a realização do transplante.

Couve

Clima: A couve é uma planta que cresce melhor em clima ameno ou frio, durante o outono e o inverno e em área com parte sombreada. O calor acentuado prejudica a qualidade das folhas, com crescimento reduzido, aparência e sabor alterado.

Plantio: O plantio pode ser feito através de sementes e pode ser propagada por brotos laterais tirados de plantas adultas. As sementes podem ser plantadas diretamente na horta ou em sementeiras, transplantadas quando estiverem com 10 cm de altura e irrigando logo em seguida. Plante as sementes com aproximadamente 1 cm de profundidade.

Cuidados: Cultive em condições de alta luminosidade, com sol direto. O solo deve ser mantido sempre úmido, mas sem que fique encharcado. Corte a ponta do caule principal para que a couve mantenha altura e tamanho adequados para o manuseio e a colheita, além de que favorece o desenvolvimento dos brotos laterais.

Colheita: A colheita das folhas da couve inicia-se normalmente de 70 a 112 dias após o plantio.

Por Kevin Previatti