Por Prefeitura de Curitiba

Crianças da Escola Municipal Vila Torres, em Curitiba, participaram na última quinta-feira (21) da colheita de hortaliças da Horta Comunitária Santa Luísa de Marrilac, na Vila Torres. Depois de terem plantados as mudas, mexendo na terra e preparando o solo, 55 meninos e meninas foram coletar o que plantaram.

A atividade é uma parceria dos Núcleos Regionais da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) e Educação da Regional Matriz, com a Associação Santa Luisa de Marillac, que abriu às portas da horta para as crianças.

As crianças retiraram dos canteiros diversos tipos de hortaliças, como alface, almeirão, couve, entre outras, que acomodaram em sacos para levar e consumir em casa. Todo o trabalho teve apoio das professoras, dos técnicos da SMSAN e das cuidadoras da horta. O plantio na Associação Santa Luisa de Marillac é feito e administrado por 18 mulheres da comunidade que usam as verduras para alimentar suas famílias, destinando parte do excedente para os moradores da região.

Depois da colheita, as crianças tomaram um suco de couve, colhido direto do canteiro. Toda a produção é orgânica e livre de agrotóxico. Enquanto tomavam o suco, as nutricionistas da SMSAN passaram orientações para as crianças sobre uma boa alimentação.

Para Fabiana Hammerschmidt Marcondes, chefe do Núcleo de Segurança Alimentar e Nutricional da Matriz, as crianças tiveram a oportunidade de saber mais sobre como funcionam as hortas comunitárias . “As crianças tiveram uma conversa sobre alimentação saudável e também passaram por uma visita sensorial pela horta, sentiram a textura dos alimentos, o cheiro e perceberam as cores e sabores”, disse.

Santa Luisa de Marillac

A horta comunitária surgiu há quase três anos dentro de um terreno particular por iniciativa de mulheres da Associação Santa Luísa de Marillac, ligada à Paróquia São João Batista. O proprietário cedeu espaço para a associação e a Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional fornece insumos e assistência técnica. Nos 300 metros quadrados da horta, 18 mulheres, a maioria moradora da Vila Torres, plantam, cultivam e colhem cerca de 80 espécies de alimentos.