Uma ótima saída para pessoas que querem ter em casa um jardim com flores, mas não têm muito espaço e tempo, é fazer um canteiro de flores e arbustos. Ao contrário do que se imagina, os canteiros de flores e, em especial, os canteiros de arbustos são muito fáceis de manter. Tomados alguns cuidados, como a escolha certa das plantas para determinada localização, a prática de plantar e cultivar é muito simples, além de prazerosa.

Aqui seguem algumas dicas dadas pela Gardena, empresa alemã especializada em jardinagem e paisagismo.

O que fazer para que as flores floresçam ainda melhor no verão?

O mais importante para que as flores tenham uma vida mais longa é o fornecimento de água adequado para elas.

Sempre remova as plantas mortas do canteiro. Plante os espaços abertos com ervas aromáticas altas, relva e arbustos, por exemplo, para transitar de uma atmosfera de fim de verão para um ambiente outonal. É preciso remover regularmente os rebentos secos, especialmente quando se trata de rosas de canteiro e arbustos de rosas. Os rebentos secos devem ser cortados juntamente com as duas folhas que se encontram abaixo deles.

Como tornar a rega mais fácil?

Os arbustos crescem em ambientes naturais úmidos ou muito secos. No jardim, isto significa que se forem escolhidos os arbustos certos para o canteiro, eles poderão crescer quase sem rega, exceto durante situações climáticas excepcionais, momento em que as plantas precisarão de alguma atenção.

Para reduzir o esforço de rega, cubra os canteiros de plantas com compostos de casca ou cascalho. “Além disso, um sistema de irrigação automático poderá ser a forma adequada de reduzir o esforço envolvido”, explica Graziela Lourensoni, gerente de Marketing e Produtos da Gardena.

O melhor período para regar é no início da manhã, ou no início da noite. Mas não regue muito tarde da noite, pois é indicado que as plantas não iniciem a noite completamente molhadas, o que poderá promover o aparecimento de fungos. Uma regra geral na irrigação é a importância de não molhar completamente as folhas e, especialmente, as flores por essa mesma razão. Durante o dia, as plantas só deverão ser regadas em casos de emergência e deverá ser utilizada água morna.

Quantidades de água: Mais água com menos frequência é melhor do que menos água com mais frequência. Regue bem e de um modo direcionado, mais especificamente, utilize cerca de dez litros de água por metro quadrado.

É necessário cortar os arbustos?

Não há necessidade de aparar arbustos só pelo simples prazer de aparar um jardim. Para evitar a formação de sementes e a semeadura espontânea, retire as flores cortando-as. Você pode intensificar o crescimento de delfínios, acónitos, salva, erva-dos-gatos e margaridas retirando os ramos floridos na fase inicial, para que assim eles possam regenerar-se e florir novamente. 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.