Por Casa.com.br

Toda hora, vemos plantinhas surgindo em meio ao décor, que trazem a natureza para dentro do lar. As suculentas e cactos tiveram seu momento de plenitude, as costelas-de-adão também, e, recentemente, a ficus era a maior tendência das plantas em casa.

Porém, chegou a vez de outra espécie brilhar e servir de detalhe nas fotos instagramáveis. Trata-se da Begônia Maculata. Apesar de ser nativa do Brasil, faz apenas um mês que ela foi lançada no mercado comercialmente. Não por acaso, ocupava o primeiro lugar no ranking de desejo entre os “loucos das plantas“. No Instagram ela já é sucesso absoluto, sendo mencionada 39 mil vezes em hashtags.

Foto: Casa.com.br

Além disso, as buscas por “begônia” na plataforma inspiracional Pinterest, cresceram 40% entre abril 2019 x abril 2020.

“Além de seu formato e estampa única, ela é uma novidade no mercado. Faz parte daquele grupo de planta que são de método ‘cultiva’, ou seja, ela já existia na natureza mas, em algum momento, sofreu uma mutação natural. Porém quando essa mutação é escolhida pelas pessoas que cultivam essa planta com finalidade ornamental, isso se caracteriza como ‘cultivar’”, explica Rayra Lira, paisagista da J Lira Green Life.

Foto: Casa.com.br

Cheia de bolinhas brancas, com o verso da sua folha com um rico tom de vermelho carmim e, para completar, sua parte inferior também é avermelhada. Dizem que o estilista Christian Louboutin teria se inspirado nesse tom da begônia para criar o seu icônico sapato com solado vermelho.

Foto: Reprodução | Pinterest

A Begônia Maculata poder ser uma ótima opção para a decoração da casa e ficará perfeita na sala. “É uma planta diferente. Se ela fosse uma pessoa, seria uma senhora muito elegante, com brincos de pérolas e casaco vermelho. Essa planta chama atenção com sua forma de asa de anjo estampada, que remete ainda mais aos estilos vintage de decoração”, declara Rayra.

A especialista reforça ainda alguns cuidados para cultivar a planta em casa. “Dentro de casa é possível cortar seu caule com três folhas, colocar na água, esperar suas suas raízes crescerem e pronto! Seu pé está preparado para ir à terra e virar uma muda”, finaliza a paisagista.