- Publicidade -

É possível tornar os plásticos produtos mais ecológicos. Através de tecnologias desenvolvidas especialmente para a indústria plástica os impactos ambientais ocasionados pelo descarte inadequado podem ser minimizados. A empresa RES Brasil já adotou novos produtos e mostra alguns exemplos de tecnologias já existentes no mercado brasileiro:

Plástico com ciclo de vida útil controlado d2w

Consiste em um aditivo de tecnologia inglesa, que é misturado ao plástico em seu processo de fabricação. Dessa forma, a degradação da embalagem é acelerada. Por ser aprovado pela ANVISA, pode ser usado em embalagens para alimentos, medicamentos e cosméticos.

- Publicidade -

Hidro-Biodegradável

É fabricado normalmente a partir do amido e sua degradação inicial acontece por hidrólise, ou seja, quebra de uma molécula através da água. Não é indicado para embalar alimentos.

Hidrossolúvel

É dissolvido inteiramente, apenas ao entrar em contato com a água. Apesar de não ser tóxico, é destinado à embalagem de produtos químicos.

Plástico Antimicrobiano d2p

Possui elementos químicos adicionados ao plástico comum, que permitem a proteção de alimentos contra bactérias e fungos.

Sacos de lixo biodegradáveis e antimicrobiano

Possui degradação acelerada, pelo fato de ser produzido com as características da tecnologia d2w, além disso, ele é antimicrobiano.

Os interessados em saber mais sobre os produtos podem acessar o site da empresa.

- Publicidade -