- Publicidade -

Uma embarcação “verde” completou ontem a sua viagem (que durou quatro meses) de São Francisco – Califórnia – até a Austrália. O catamaran, batizado de “Plastik”, foi construído quase que inteiramente (90%) garrafas plásticas e materiais orgânicos.

Ao todo foram utilizadas 12.500 garrafas plásticas no casco do barco – de quase 12 toneladas. Além disso, a cola foi feita à base de castanha de caju e açúcar. Elas foram todas recolhidas em uma coleta seletiva em São Francisco e depois foram preenchidas com CO2 sob pressão, para que proporcionasse mais resistência.

O responsável pela idéia foi o britânico, bilionário e ambientalista David de Rothschild – que para tornar o projeto o mais verde possível, contratou uma equipe de engenheiros para projetá-lo e construí-lo.

- Publicidade -

Além das garrafas plásticas no casco e da cola orgânica, o barco contou com uma vela feita inteiramente de plástico reciclado e de um cano velho de alumínio que serviu de mastro. Para gerar energia, foram utilizados painéis solares, turbinas de vento e até mesmo bicicletas. Já o alimento, vinha de uma estufa em miniatura no convés.

A idéia surgiu quatro anos atrás, depois de Rothschild ler um relatório da ONU sobre poluição marinha. Com a viagem, ele queria destacar o uso exagerado e desnecessário do plástico no nosso cotidiano.

No caminho a embarcação passou por uma enorme “sopa” de lixo sobre o oceano, conhecido como “Great Pacific Garbage Patch” – que possui mais de cem toneladas de lixo e cobre uma área total duas vezes maior do que a França.

“É trágico. De cima, o oceano parece lindo e intocável, mas de perto, é tudo lixo tóxico, que depois vai parar em nossos pratos”, disse Rothschild.

Segundo ele, o “Plastik” serviu para demonstrar que o plástico deve ser tratado como um recurso valioso, ao invés de simplesmente ser desperdiçado.

Estima-se que o plástico (que demora cerca de 450 anos para degradar) seja responsável por até 80% de toda a poluição marinha, e que pelo menos um milhão de aves e cem mil mamíferos são mortos todo ano, graças ao plástico.  

+ O plástico é o grande vilão dos oceanos

+ Barco de garrafa PET irá dos EUA à Austrália

Com informações do Daily Mail UK

- Publicidade -