- Publicidade -

A capital carioca sediou no domingo, 30, a décima edição do Michelin Challenge Bibendum, um congresso mundial que reúne as mais recentes tecnologias verdes voltada ao setor automobilístico.

O evento não é aberto ao público, mas recebe cerca de 4 mil convidados, empresários, pesquisadores e representantes de empresas de tecnologia do mundo inteiro.

A Audi levou o e-tron, o primeiro protótipo 100% elétrico da marca. Ele foi feito sobre a plataforma do superesportivo R8 e revelado no Salão de Frankfurt de 2009, na Alemanha.

- Publicidade -

O modelo usa quatro propulsores elétricos alimentados por baterias de íons de lítio, um em cada roda. Outro destaque do evento foi o Citroën Hypnos, um crossover híbrido equipado com um motor 2.0 litros a diesel de 200 cv de potência e 42,8 kgfm de torque. Este bloco está associado a um gerador elétrico capaz de produzir 50 cv adicionais, além de 20,4 kgfm de torque.

De acordo com a Citroën, os propulsores combinados, além de potentes o suficiente para levar o Hypnos à máxima de 212 km/h, ainda oferecem um consumo extremamente baixo de até 22 km por litro de combustível.

A Peugeot, por sua vez, mostrou o BB1, uma proposta de carro urbano para as metrópoles no futuro, o subcompacto conceitual de 2,5 metros de comprimento é capaz de acomodar quatro adultos e não emite gases poluentes.

Dois pequenos motores elétricos instalados nas rodas traseiras produzem 20 cv de potência, alimentados por baterias de íon de lítio. Segundo a montadora francesa, a autonomia do carrinho de 600 quilos é de 120 quilômetros.

Já o Fiat FCC II – ou Fiat Concept Car II é um dos estudos recentes da montadora italiana.

Revelado na última edição do Salão de São Paulo, em 2008, o modelo tem formas que relembram as de um buggy e é 100% elétrico, empurrado por um bloco traseiro. O propulsor gera 59 kw de potencia, energia equivalente a 80 cv de força, acoplado a um câmbio automatizado de apenas uma marcha. O torque tem interessantes 22,4 kgmf, livres em tempo integral para mover o carrinho de 980 quilos. O FFC II tem autonomia de 100 km e chega à máxima de 120 km/h.

Fonte: Metro

- Publicidade -