A canadense Ann Makosinski é uma ótima demonstração de que as novas gerações podem ajudar a mudar o futuro. Aos 15 anos ela recebeu uma premiação internacional por criar uma lanterna que funciona sem baterias (clique aqui para ver). Agora, dois anos depois, ela criou um sistema que recarrega celulares apenas com o calor de uma xícara.

A ideia foi apelidada de E-Drink e será apresentada em uma feira de ciências norte-americana, conforme informado pelo canal local Goblal News. Por isso, ainda não foram dados muitos detalhes do sistema, mas a lógica por trás da tecnologia é bastante semelhante à da primeira invenção de Ann.

A xícara criada pela jovem é coberta com partilhas termoelétricas de Peltier. Este equipamento permite que o calor da bebida seja transformado em energia. Assim, através de uma saída USB, o usuário pode tomar o café e, ao mesmo tempo, carregar o celular, enquanto espera a bebida esfriar.

Em sua primeira criação, a jovem canadense usou o mesmo tipo de célula para criar uma lanterna abastecida apenas pelo calor das mãos do usuário. Na ocasião, Ann calculou que o corpo humano irradia 5,6 mW/cm2. Assim, ela transformou esse potencial e conseguiu o necessário para fazer funcionar três lâmpadas de LED.

Ainda não foram disponibilizados os detalhes sobre o potencial da xícara E-Drink, mas ele deve ser o bastante para recarregar parcialmente celulares e outros gadgets. 

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.