Restaurante faz delivery com embalagens e talheres retornáveis
Foto: Divulgação
- Publicidade -

Pedir comida por delivery sempre esteve associado à produção de muitos resíduos descartáveis, que em cerca de minutos, vão direto para o lixo. Mas este não é o caso do restaurante Olivia Saladas, que desenvolveu um sistema próprio de logística reversa com embalagens e talheres retornáveis para atender os seus clientes.

O estabelecimento também não utiliza descartáveis em suas lojas físicas, que ficam no Rio de Janeiro e em São Paulo, e envia para compostagem todos os seus resíduos orgânicos. “Acreditamos na evolução por meio de pequenas atuações cotidianas. Nos sentimos responsáveis e nos orgulhamos de estar na vanguarda da transformação da lógica do consumo”, diz a empresa em seu site.

Como funciona?

O cliente adquire as embalagens retornáveis em seu primeiro pedido pelo valor de R$10,00. Na próxima vez em que ele pedir, basta sinalizar que fará uma devolução que o restaurante entrega o seu novo pedido e coleta as embalagens anteriores por meio de logística reversa, sem novos custos para o cliente. Caso o cliente não queira ou consiga mais solicitar a comida do restaurante, eles disponibilizam a coleta das embalagens e a devolução do crédito.

- Publicidade -

O cliente também pode optar por fazer o pedido por telefone e ir retirar no local.

As entregas do restaurante são feitas em embalagens retornáveis de alumínio, como “marmitinhas”. As sobremesas e bebidas são armazenadas em recipientes de vidro retornáveis.

Empresa B

A empresa recebeu a certificação de Empresa B pelo reconhecimento de transparência e por mostrar que é possível fazer negócios de uma maneira que seja benéfica para as pessoas e para o planeta. “Mais do que visar lucros, partimos de um movimento global que leva em consideração outros indicadores. O sucesso não é medido apenas pelo retorno financeiro, mas também pelo impacto social e ambiental que causamos.”
Alimentos reais

O estabelecimento serve comidas rápidas como saladas orgânicas e frescas: “Recebemos vegetais orgânicos inteiros, frutas e grãos integrais todas as manhãs. Não adicionamos sabores artificiais, cores ou conservantes de qualquer tipo. Nenhum de nossos ingredientes é processado. Picamos e cortamos diariamente nossos vegetais e frutas. Preparamos todos os dias nossos sucos naturais, chás e sobremesas.”

A empresa trabalha com agricultores locais e respeita a sazonalidade dos ingredientes. A lista de fornecedores fica exposta na parede de suas lojas, para que todos possam saber de onde vem o alimento.

*Para utilizar o sistema de economia circular do restaurante é necessário fazer o pedido pelo site ou telefone, e não por aplicativos.

Em Melbourne, na Austrália, foi desenvolvido um programa de logística reversa semelhante a este, mas que atende diversos restaurantes. Confira aqui.

- Publicidade -