ONG “Que Se Dane” provoca internautas com indiferença às causas ambientais

A Fundação SOS Mata Atlântica criou uma ONG fictícia na qual os participantes podem demonstrar seu desinteresse pelas causas ambientais. Através da ironia, o movimento busca chamar atenção sobre o comportamento indiferente dos brasileiros frente aos desafios ambientais.

O estatuto da ONG Que Se Dane (QSD) é favorável, por exemplo, ao lixo na rua. Apesar de ninguém defender abertamente essa posição, muitos diariamente descartam seus resíduos por onde passa.

A QSD tem provocado os internautas ao divulgarem mensagens polêmicas nas redes sociais Facebook e Twitter. “A água do planeta vai acabar? Que se dane. As florestas estão sendo exterminadas? Que se dane. A poluição aniquilará a humanidade? Que se dane”. 

A ONG ressalta “seus direitos são todos, seus deveres nenhum”. Um tipo de pensamento comum na sociedade brasileira, embora o discurso seja outro.

A campanha foi criada pela F/Nazca Saatchi & Saatchi e segue até a próxima sexta-feira (24), dia em que a fundação dará início a 9ª edição do Viva a Mata – Encontro Nacional pela Mata Atlântica.

Segundo a ação, a sociedade já parte do movimento, mas está convidada a sair dele, para isso deve comparecer ao encontro Viva a Mata. “Todo cidadão brasileiro é automaticamente filiado à QSD, um direito nato e alienável”.  Quem for, poderá tirar uma foto no evento para ser publicada nas redes sociais como um “certificado de desfiliação”.

Os internautas também são convidados a fazerem comentários e críticas em suas redes sociais utilizando a hashtag #aQSDnãomerepresenta.

O encontro acontece entre os dias 24 e 26 de maio na Marquise do Parque Ibirapuera e no auditório do Museu de Arte Moderna (MAM), em São Paulo, com a temática “Direitos e Deveres Ambientais”.

Veja abaixo o vídeo da campanha:

Com informações da Fundação SOS Mata Atlântica.

Redação CicloVivo