selo eureciclo reciclagem
Foto: Divulgação | eureciclo

Em novembro, mês em que o consumo é intensificado pela Black Friday, a certificadora de logística reversa eureciclo amplia sua comunicação e traz dois novos selos, com informações para que os consumidores façam suas escolhas considerando também a atuação responsável das marcas em relação às embalagens geradas.

“Nós tínhamos apenas um selo que informava o cumprimento da meta estabelecida pela lei. Mas, com o tempo, sentimos a necessidade de deixar claro quando o engajamento é maior e ultrapassa a determinação legal”, explica Thiago Carvalho Pinto, CEO e cofundador da eureciclo.

Para reforçar a importância da reciclagem em um momento que o mundo todo se prepara para gerar uma grande quantidade de embalagens, gerada pelas compras da Black Friday,  a empresa criou a Green Friday, uma campanha que se estenderá por todo o mês de Novembro com o intuito de lançar os novos selos e reforçar a importância do consumo consciente.

“Todas as empresas que utilizam o selo informam ao público que estão se responsabilizando pelos seus resíduos, e permitem que as pessoas engajadas deem preferência às marcas que investem em reciclagem.”

Thiago Carvalho Pinto

“Nosso principal objetivo é incentivar que cada vez mais embalagens retornem para a cadeia produtiva, aumentando as taxas de reciclagem no Brasil”, completa Thiago.

Como funcionam os novos selos

Segundo a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes são responsáveis por implementar a logística reversa com relação às embalagens após o uso do consumidor, com meta atualmente definida em 22% das embalagens inseridas no mercado.

Considerando a dificuldade de rastrear e garantir a destinação correta de embalagens específicas, a eureciclo utiliza a compensação ambiental como uma forma mais viável técnica e economicamente para cumprir com a logística reversa desses resíduos.

Dessa forma, as empresas podem contabilizar em seu programa de logística reversa não apenas as embalagens próprias, mas resíduos equivalentes aos seus, em peso e material, que a marca envia para reciclagem.

Com o envio, as empresas remuneram os operadores de coleta e triagem pelo serviço ambiental e recebem os Certificados de Reciclagem como forma de comprovação legal.

Antes de novembro, os selos indicavam se a empresa cumpria ou não a meta estabelecida por lei. Mas, as marcas podem coletar e destinar para reciclagem um volume de 22% do que coloca no mercado, meta estabelecida por lei, 100% do que coloca no mercado ou até mais do que isso.

Com os novos selos, as empresas serão reconhecidas pela sua atuação e pela proporção do volume de embalagens compensadas.

Green Friday

Durante o mês de novembro, as empresas terão condições especiais para se engajar com a causa da Green Friday, com planos de adesão aos selos com descontos progressivos.

Os selos são uma ferramenta para estimular o consumo consciente e incentivar consumidores a optarem por marcas que respeitem a legislação e façam a sua parte para que a cadeia de reciclagem e logística reversa seja efetiva.

Até o momento, a eureciclo já certificou a reciclagem de mais de 160 mil toneladas de resíduos pós-consumo e os operadores de coleta e triagem foram remunerados com mais de R$ 8 milhões. Com 137 clientes em 2017 e 712 no ano seguinte, a empresa passou por um crescimento exponencial e deverá fechar o ano de 2020 com mais de 3 mil parceiros.

Para mais informações sobre os selos e como funciona a certificação, acesse www.eureciclo.com.br.