Alguns hospitais em São Paulo estão reforçando o pedido de doações de sangue nesta semana. Isso porque, desde o último sábado (6), começou a 11ª edição da campanha “Sangue Corintiano”. A ação é realizada pela Secretaria de Estado da Saúde em parceria com o Corinthians.

O objetivo da iniciativa é conscientizar os torcedores brasileiros sobre a importância da doação de sangue. Para isso, três vezes ao ano acontece o "Dia de Corintiano Doar Sangue". Nesta edição, o grupo reservou uma semana inteira para a doação, o que deve aumentar o número de participantes.

De acordo com a campanha, o Brasil necessita diariamente de 5.500 bolsas de sangue. Como nem sempre consegue, é comum importantes cirurgias serem canceladas por falta de estoque nos bancos de sangue.

A organização levantou dados que mostraram que se a torcida presente em três jogos do time doasse sangue ao longo do ano, o volume seria suficiente para abastecer pelo ano inteiro a Pró-Sangue do Hospital das Clínicas, o maior da América Latina, responsável por 108 Hospitais na Grande São Paulo.

A iniciativa partiu do torcedor Milton Oliveira. Em 2008, ele criou uma comunidade em um site de relacionamento. A página teve uma grande repercussão e divulgação na internet. Com apoio de amigos e torcedores, ele lançou um site em que os interessados podem se cadastrar para a doação. Antes disso, campanhas do tipo já eram lançadas por Torcidas Organizadas, porém não alcançavam a quantidade de torcedores que o “Sangue Corintiano” atinge hoje.

“Não importa se você é torcedor de arquibancada, de torcida organizada ou acompanha o Timão só pelo rádio ou TV. O importante é fazermos nossa parte na sociedade, doar um pouco do ‘Sangue Corintiano’ que corre em nossas veias. Vamos combinar um dia para vestirmos nosso manto sagrado, doar sangue, salvar vidas e mostrar ao Brasil o poder de nossa torcida", afirma Oliveira.

É importante ressaltar que, apesar da campanha ser uma iniciativa corintiana, qualquer pessoa pode doar. Para quem quiser participar, a campanha acontece até o dia 13 de abril. Veja no site os postos de coleta de sangue.

Para doar sangue é preciso estar em boas condições de saúde, ir alimentado, ter entre 16 e 67 anos, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto. Também é recomendado evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e, no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente. Mesmo que tenha se recuperado, deve aguardar uma semana para que esteja novamente apta à doação. Outros impedimentos poderão ser identificados durante a entrevista de triagem, no dia da doação. Com informações do Catraca Livre.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.