Personalidade na China, Chen Guangbiao decidiu vender latas com ar comprimido para os habitantes de Pequim, Xangai e Guanzhou, cidades que vêm enfrentado um dos piores índices de poluição do planeta. De acordo com o criador, a invenção já rende bons lucros.

Cada lata de ar é comercializada em tendas ambulantes, custando pouco mais de R$ 1,20 cada. O inventor afirma que o “produto” é extraído de locais em que o ar apresenta excelente qualidade – geralmente, as latas procedem do Tibete e das províncias de Yunnan e Quinhai.

A novidade entrou no mercado em setembro de 2012, pouco tempo antes da comemoração do Dia Mundial Sem Carro. No entanto, a procura aumentou significativamente neste ano, em que a China vem registrando os índices de poluição mais altos da última década.

De um lado, Chen Gungbiao afirma que a população chinesa deixou de acreditar nas promessas do governo, que promete uma série de melhorias, mas não toma atitudes concretas para reduzir a poluição do ar no país.

Por outro lado, o chinês acredita que vai ganhar muito dinheiro com sua invenção neste ano: só no primeiro dia de vendas, os lucros chegaram a mil e seiscentos reais. Chen Gungbiao diz que, a cada lata vendida, cerca de dois centavos são doados para instituições de caridade. Com informações da Época Negócios e do portal Exame.com.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.