Na última segunda-feira (13), comemorou-se os 125 anos da Lei Áurea, assinada pela princesa Isabel neste mesmo dia em 1888. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho, quase 21 milhões de pessoas são vítimas de trabalho forçado no mundo. Destes, 11,4 milhões são mulheres e meninas e 9,5 milhões são homens e meninos. No Brasil, dados da Secretaria de Inspeção do Trabalho, do Ministério do Trabalho, informam que, entre 1995 e 2011, 41.608 mil pessoas foram retiradas da situação análoga à escravidão no país. O fato é que a Lei Áurea foi assinada, mas muitos não a leram.

Para relembrar a importância da discussão de tal tema, o Adnews aproveitou a data e selecionou 10 campanhas que rememoram que a escravidão ainda é uma realidade em alguns lugares do mundo e também no Brasil.

Confira 10 campanhas contra a escravidão:

Agência: Sagarana Cip

Anunciantes: Organização Internacional do Trabalho e ONG Repórter Brasil

Conceito: E se, com o objetivo de alertar a população sobre o trabalho escravo nas minas de carvão, uma ação conseguisse colocar o próprio carvão nas mãos da população formadora de opinião? Foi o que aconteceu nesta iniciativa.

Agência: AlmapBBDO

Anunciantes: Organização Internacional do Trabalho e Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho

Conceito: Um anúncio interativo feito com algemas seguido da mensagem: "Acabar com a escravidão não é assim tão fácil".

 

Agência: AlmapBBDO

Anunciante: Organização Internacional do Trabalho e Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo

Conceito: A Almap costurou a mão de um trabalhador escravo à roupa produzida por ele para lembrar os abusos sofridos por milhões ao redor do mundo.

Agência: barretSF

Anunciante: ONG Made In A Free World

Conceito: E se você pudesse apoiar a causa de Abraham Lincoln, que libertou os escravos nos Estados Unidos? Esta ação propõe que isto é possível.

Agência: Young & Rubicam

Anunciante: Zurich

Conceito: As pessoas não são como bonecos e não estão à venda como algumas pessoas, infelizmente, acreditam.

Agência: Lowe

Anunciante: Organização Internacional do Trabalho

Conceito: O trabalho escravo prende as pessoas. Literalmente.

Agência: Mikado Publicis

Anunciante: Governo de Luxemburgo

Conceito: Mulheres embaladas, como se fossem carne lacradas à vácuo. Isso ainda é uma realidade em muitas partes do mundo.

Agência: SapientNitro

Anunciante: ONG End It

Conceito: E se um anúncio ambulante conseguisse mostrar as mazelas do tráfico de mulheres? Foi o que aconteceu nesta ação.

Agência: TBWA\PHS HELSINKI, FINLAND

Anunciante: Union Of Finnish Feminists

Conceito: Mais uma vez, o conceito de pessoas expostas como se fossem produtos à venda.

Agência: Stredge Brand Introductions

Anunciante: OneMen

Conceito: Tráfico humano deixa marcas permanentes.

As informações são do Adnews

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.