Criado pela empresa Risotolândia em 2006, o “Caminho da Roça” é um projeto que leva estudantes da Rede Municipal de Ensino de Curitiba, Araucária e São José dos Pinhais até uma chácara para mostrar o cultivo e a importância de uma alimentação rica em vegetais.

A empresa paranaense que fornece refeições para diversas escolas públicas de Curitiba e Região Metropolitana – além de inserir alimentos saudáveis nas merendas, também criou o programa de educação nutricional, que proporciona aos alunos o conhecimento e experiência da classe dos vegetais através de visitas diretas ao produtor. 

Segundo a empresa, além de educar para uma alimentação saudável, o programa busca despertar o interesse das crianças pelo cultivo das verduras, estimulando o consumo diário de alimentos saudáveis.  As visitas, que acontecem em uma chácara no bairro do Umbará em Curitiba, têm uma programação bastante variada.

Ao chegarem, as crianças são pesadas e medidas, ganhando no final do passeio uma carteirinha com os dados e dez dicas para uma alimentação saudável. Depois, todos participam de uma palestra feita com uma das nutricionistas da empresa, que explica sobre noções básicas de higienização das mãos e os grupos de alimentos.

Após a palestra, todos vestem um avental para não sujar as roupas e colocam um chapéu de palha para entrarem no clima da roça. Já nos canteiros, os alunos conhecem o cultivo, os cuidados com as mudas, formas de colher, o nome dos vegetais, os nutrientes e benefícios de cada um deles.

A nutricionista Kariny Alves Pereira, responsável pelo projeto, explica que depois do passeio os alunos plantam uma muda de hortaliça, higienizam as mãos e recebem um lanche, para então voltarem à escola com um certificado de participação. “Estamos muito otimistas com os resultados do projeto. Muitas escolas têm entrado em contato para agendar a visita, pois percebem que após as atividades as crianças passam a se alimentar com mais frutas, verduras e legumes, estendendo esse hábito também em casa, deixando os pais satisfeitos e contentes”, finaliza a nutricionista.

O projeto já atendeu 74 escolas e mais de 2318 crianças de Curitiba e região.

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.