ARCAH
Formação da última turma de 2020.

Em dezembro, o CicloVivo destacou a formação de alunos do curso de Agricultura Urbana Agroecológica promovido pela organização ARCAH. A capacitação socioprofissional, que já formou mais de 300 pessoas em situação de vulnerabilidade, é retomada nesta terça-feira (19).

São duas novas turmas em formação composta por 8 homens e mulheres encaminhados de Centros de Acolhida de São Paulo. Além das aulas de cultivo, os participantes contam com oficinas de saúde. 

Neste ano, a primeira semana será de integração isto porque, explica a ARCAH, os participantes são de 5 Centros de Acolhida diferentes: CTA Vila Mariana, CA Morada do Sol, CA Estação Vivência, CTA Alcântara Machado, CA Santo Amaro.

“O plano do curso visa principalmente o aprendizado da prática de plantio agroecológico. E as oficinas têm a função de desenvolver as habilidades socioemocionais dos educandos; trabalhar questões relacionadas ao mercado de trabalho e conquista de emprego; e os estimulam para a retomada dos estudos na rede pública de ensino”, explica a organização.

Ainda de acordo com a ARCAH, cerca de 30% das pessoas que passaram pelo curso conseguiram emprego, uma nova moradia ou retornaram para suas famílias. Exemplo disso, são os alunos formados que passaram a trabalhar na horta comercial que abastece a unidade do Pão de Açúcar, localizada na avenida Ricardo Jafet, em São Paulo. 

As hortas são criadas em espaços ociosos da capital paulista. Parte da produção é enviada para centros temporários de acolhimento e outra parte serve para a alimentação dos próprios alunos durante o curso.