AgroGym
- Publicidade -

A pandemia dificultou ainda mais o acesso da população mais vulnerável a alimentos saudáveis e à prática de exercício físico. Por isso, o Instituto Tico-Tico quer levar a Agro.Gym para a Horta Comunitária da Ocupação 9 de Julho. Ela vai funcionar como academia de ginástica a céu aberto com o objetivo de aproximar os moradores da sua horta para se exercitarem e ajudarem os agricultores a aumentar sua produção de alimentos saudáveis. O projeto foi escolhido pelo Fundo Todo Cuidado Conta para uma campanha de matchfunding que está no ar no site da Benfeitoria. 

A Agro.Gym é a primeira academia que une a prática de exercícios físicos com o manejo sustentável de hortas comunitárias. Foi criada em 2018 pelo Instituto Tico-Tico e parceiros no Viveiro Escola União na zona leste de São Paulo com a participação dos moradores do bairro de União de Vila Nova e as Mulheres do GAU, gestoras do espaço. 

“Com o sucesso do projeto piloto no Viveiro percebemos o enorme potencial de impacto dessa estratégia de engajamento e estímulo a hábitos saudáveis, por isso decidimos levá-la a mais hortas comunitárias da cidade começando pela horta da Ocupação 9 de julho”, conta Maria Augusta Bueno, fundadora do Instituto Tico-Tico e coordenadora do projeto. 

- Publicidade -

AgroGym

A academia é composta por 6 ferramentas agrícolas movidas a energia humana: uma trituradora de galhos movida a pedalada de bicicleta, bomba d’água manual, balde duplo, pá dupla, estação de peneiras e sapato areador. Juntas elas formam um circuito de exercícios completo que foi pensado para gerar um equilíbrio de uso dos grupos musculares e ergonomia com consultoria de Nuno Cobra Jr, consultor em qualidade de vida e treinamento integral. A estratégia funciona como um mutirão em formato de aula de ginástica, no qual os moradores cuidam da sua saúde ao mesmo tempo que facilitam o trabalho dos agricultores no cuidado com a horta: assim todo mundo sai ganhando.

Além do potencial impacto na saúde das 120 famílias que vivem na Ocupação, o novo local escolhido para receber a Agro.Gym também deve-se à colaboração e auto-organização que já fazem parte do dia a dia de quem vive ali. Desta forma, será mais eficaz engajar os moradores no seu uso, construção e manutenção.

“Formamos uma parceria com as lideranças da Ocupação e do MSTC e decidimos que além da construção coletiva da academia, existia também a necessidade de trazer um conhecimento mais aprofundado sobre técnicas de cuidado com a horta e alimentação saudável para os moradores da Ocupação para ampliar seu impacto. Assim, buscamos uma ponte com o Viveiro Escola União, cuja horta agro-ecológica já tem 8 anos, e vamos realizar três oficinas com as gestoras do espaço e voluntários, de cozinha orgânica com ingredientes da horta, técnicas de agrofloresta e técnicas de compostagem e gestão de resíduos orgânicos”, diz Maria Augusta. 

O projeto chegou em 60% da meta de arrecadação em uma semana e a campanha estará no ar até o dia 8/9. Para quem apoiar o valor será dobrado pelo Fundo Todo Cuidado Conta.

O Instituto Tico-Tico tem como missão o fomento a uma cidadania ativa e o desenvolvimento comunitário através de maratonas de design colaborativo, que unem, cidadãos, makers e especialistas para desenhar e construir juntos soluções inovadoras, práticas e efetivas para os desafios urbanos e sociais enfrentados pelos cidadãos das nossas cidades.

- Publicidade -