plataforma negócios socio ambientais
Foto: YouGreen | Divulgação SITAWI

A SITAWI Finanças do Bem abre em novembro de 2020 uma nova rodada de investimentos em negócios de impacto socioambiental positivo através da Plataforma de Empréstimo Coletivo SITAWI.

Os negócios selecionados são das áreas de agricultura, resíduos sólidos, audiovisual e tecnologia e, no total, vão captar R$ 1,6 milhão. Em comum, eles têm como missão gerar lucro aliado a impacto social e/ou ambiental positivo na sociedade.

Lançada em 2019 para democratizar o acesso ao investimento de impacto no Brasil, a plataforma possibilita que investidores destinem a partir de R$ 1 mil para negócios que estão construindo um mundo mais alinhado com o que acreditam.

Como retorno, os investidores contribuem para a geração de impacto socioambiental positivo no Brasil e obtêm rendimento financeiro competitivo. Até então, o investimento de impacto era feito apenas por investidores profissionais e famílias de alto patrimônio financeiro.

Esta será a quarta rodada de investimento pela Plataforma de Empréstimo Coletivo SITAWI, que já contribuiu para mobilizar R$ 5,6 milhões em captações para 12 negócios de impacto, com o aporte de 274 investidores pessoa física.

Os interessados em investir na próxima rodada podem se cadastrar na plataforma para serem notificados quando a captação for aberta.

Impacto positivo e retorno financeiro

O investimento pela Plataforma de Empréstimo Coletivo SITAWI ocorre no modelo peer-to-peer lending, em que o empréstimo vai diretamente para os empreendedores e retorna com acréscimo de juros.

Uma vez aberta a captação, os investidores poderão se informar sobre os negócios participantes, inclusive sobre como eles pretendem investir o dinheiro para expandir suas operações e impacto, e escolher em quais querem investir.

O retorno é de lucro aliado ao impacto socioambiental positivo gerado pela empresa. Nesta rodada, o valor investido será devolvido em parcelas mensais durante 30 meses, que contempla o principal mais acréscimo de juros.O rendimento será de 7,15% ao ano(0,5778% ao mês) ou 376% do CDI (considerando a taxa de novembro de 2020).

Todos os negócios passam por uma avaliação criteriosa da organização, que faz uma seleção com base em missão de impacto e saúde financeira da empresa, entre outros critérios.

O modelo de empréstimo da Plataforma também possibilita aos empreendedores acesso a crédito com juros mais baixos do que os do mercado. Juntas, as organizações selecionadas para esta captação contribuem para 10 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODSs), uma agenda global com metas para erradicar a pobreza, proteger o planeta e garantir que as pessoas alcancem paz e prosperidade.

Negócios selecionados

Saiba mais sobre os negócios de impacto que vão captar investimento na 4ª rodada da Plataforma de Empréstimo Coletivo SITAWI:

Caroá

Fundada em 2018 no Ceará, a Caroá é uma cooperativa formada e gerida por jovens agricultores do semiárido cearense que lutam para permanecer no campo por meio da agricultura sustentável e do comércio justo. A cooperativa comercializa 34 variedades de verduras, frutas e legumes orgânicos, além de geleias, bolos, patês e pães.

A venda é feita diretamente para o consumidor final nas cidades de Fortaleza e Caucaia, pela Feira Caroá, e para clientes corporativos. Atualmente a Caroá é formada por 28 cooperados que moram no interior do estado e trabalham em propriedade individual ou familiar.

Além de combater a evasão rural de jovens, fenômeno que tem causado o envelhecimento mais acelerado da população do campo, a Caroá implementa um sistema agroecológico com cultivo 100% orgânico.

Sede: São Gonçalo do Amarante, Ceará
Ano de fundação: 2018
Fundador-diretor: Victor Esteves
Quanto vai captar: R$ 300 mil
Como pretende utilizar o investimento: Compra de caminhão próprio para o transporte dos alimentos, além de investimento na produção dos cooperados, garantindo o atendimento da demanda reprimida na região e expandindo a operação da cooperativa.
ODS: 2, 12, 13

YouGreen

A YouGreen é uma cooperativa localizada em São Paulo, que promove a gestão integrada de resíduos sólidos. A organização garante uma remuneração justa para quase 50 cooperados, entre egressos do sistema prisional, imigrantes e refugiados, moradores de abrigos e transsexuais, além de soluções ambientais e econômicas viáveis e de maior impacto para seus clientes.

Os serviços vão desde a separação, triagem e coleta dos resíduos até a destinação final, incluindo consultoria para adequação às normas legais e sanitárias, treinamento de equipes de limpeza e relatórios de rastreabilidade e análise sobre o material reciclado e os impactos do trabalho no meio ambiente e na vida dos cooperados.

A gestão integrada proporciona aumento de 50% na taxa de reciclagem e pode custar 20% abaixo do setor, gerando renda e trabalho digno aos cooperados.

Sede: São Paulo (SP)
Ano de fundação: 2011
Fundador: Roger Koeppl
Como pretende utilizar o investimento: Compra de caminhão compactador para se tornar autossuficiente na operação de coleta e destinação de aterro sanitário. Com a absorção dessa operação, a YouGreen tem o potencial de dobrar a receita, melhorando também sua margem.
ODS: 1, 8, 10, 11, 12, 13

Maranha

A Maranha é uma produtora de audiovisual de impacto. Conhecida pelos filmes “Imagina na Copa” (2014) e “Criola Reinado” (2018), seus projetos valorizam as diversas identidades brasileiras com olhar plural, compromisso estético e narrativo.

A organização entende que a comunicação é uma ferramenta capaz de gerar mudança, engajar e mobilizar pessoas para a construção de uma sociedade mais justa.

Os projetos buscam envolver as comunidades retratadas e as múltiplas identidades no processo de produção audiovisual, desde a pesquisa até a finalização. Com 8 anos de existência, a Maranha já produziu mais de 200 filmes e rodou quase todos os estados brasileiros atrás de histórias inspiradoras. Além dos projetos autorais, também realiza parcerias com organizações do terceiro setor e com marcas que têm compromisso com a divulgação de narrativas de transformação social no Brasil.

Sede: Jundiaí, São Paulo
Ano de fundação: 2012
Fundadores: Tiago Pereira e Victor Dias
Quanto vai captar: R$ 200 mil
Como pretende utilizar o investimento: Investimento em novos projetos, incluindo o uso de novas tecnologias, como realidade virtual, linguagens imersivas e interativas.
ODS: 1, 5, 10

Sintecsys

A Sintecsys é uma empresa de soluções tecnológicas para prevenção de queimadas. Com câmeras instaladas em torres e conectadas ao software proprietário, a solução possibilita a detecção precoce e comunicação automática de focos iniciais de incêndio, minimizando as emissões de CO2 e reduzindo as perdas na fauna e na flora.

A empresa oferece aos seus clientes a locação desta solução por meio de contratos com duração média de 36 meses. Em 4 anos de operação, a Sintecsys implementou 54 torres de monitoramento e 11 salas de controle em 7 estados do Brasil.

No total, somam 2,5 milhões de hectares de áreas monitoradas, sendo que 33% são áreas nativas com reservas ambientais e florestas naturais. Do restante, 29% são áreas de cultivo agrícola, 24% são áreas de pastagem, 12% de florestas plantadas, entre outros. Estão presentes em todos os quatro biomas brasileiros: Amazônia, Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica.

Sede: Jundiaí, São Paulo
Ano de fundação: 2016
CEO e fundador: Rogerio Cavalcante
Quanto vai captar: R$ 700 mil
Como pretende utilizar o investimento: Investimento no financiamento de parte do alto custo inicial, de instalação e equipamentos, que é cobrado integralmente do contratante. Isso permitirá o aumento da carteira de clientes e consequentemente a expansão da sua operação.
ODS: 3, 8, 13, 15