vida no campo

A pandemia reacendeu o antigo de desejo de muitas pessoas em sair da cidade para um vida mais sustentável, comunitária, saudável e resiliente. Se viver no campo faz parte dos seus planos, esta pode ser uma boa oportunidade para entender por onde começar.

A vida no campo pode ser um paraíso. Mas nada é tão simples. É preciso ser parceiro da Natureza: recuperar nascentes, fazer captação de água da chuva, construir a própria casa, tratar o esgoto de maneira natural, usar energia solar, plantar comida sem veneno e ainda regenerar o solo. Ou seja, não planejar é um dos piores erros de quem está nesta caminhada.

Na última quinta-feira do mês, dia 28 de janeiro, às 20h, o Universo da Floresta realiza o aulão Como planejar um Sítio Ecológico, com o permacultor Edilson Cazeloto. Se você está pensando em sair da cidade ou se já tem uma propriedade rural, é fundamental assistir ao aulão para não tomar decisões erradas que podem custar tempo e dinheiro.

Haverá duas lives de aquecimento antes da aula principal:

  • Quinta-feira, às 20h, 14 de janeiro: Por que fazer a transição para o campo
  • Quinta-feira, às 20h, 21 de janeiro: Permacultura como estilo de vida

Nas lives de aquecimento, Cazeloto vai fazer uma introdução à permacultura, uma técnica de design que trabalha em cooperação com a Natureza.

Veja aqui como fazer a inscrição gratuita.

Edilson Cazeloto

O permacultor fez a jornada do anti-herói: tinha uma “vida boa” de professor de pós-gradução em uma renomada universidade e “largou tudo” para morar na roça. Há 7 anos fundou o Sítio Pau d’Água, em Piracaia-SP, um espaço experimental para realização de cursos que promovem um estilo de vida mais sustentável: permacultura, bioconstrução, agrofloresta, fitoterapia e cultura popular.