Filmambiente
Foto: Orlando von Einsiedel

Quem já está “órfão” da Mostra Ecofalante, que terminou no último domingo (20), pode ficar tranquilo: nesta quinta-feira (24) começa a 10ª edição do Filmambiente – Festival Internacional de Filmes Ambientais. Pela primeira vez, a mostra será totalmente online.  

Comemorando uma década de vida, o festival fará uma retrospectiva de filmes premiados em edições anteriores – será uma oportunidade única para prestigiá-los. Haverá exceção apenas para três curtas inéditos, sendo dois deles sobre Covid-19 e um sobre as queimadas na Amazônia. 

Ao todo, 23 filmes nacionais e internacionais serão exibidos até o dia 30 de setembro. Cada película será liberada às 20h e ficará disponível por 24 horas. 

Dentre eles, Virunga, indicado ao Oscar em 2015 na categoria de melhor documentário, é o único da programação que terá restrição de acesso. Apenas assinantes do Netflix poderão conferi-lo.

O filme conta a história verídica da luta pela proteção do Parque Nacional de Virunga, na República Democrática do Congo, onde vivem gorilas em risco de extinção.

Bate-papo

Nesta quinta-feira (24), às 18h30, será realizada uma live de abertura no Facebook do Filmambiente com o fotográfo Sylvestre Campe, que sobrevoou a Amazônia em 2019 para o curta “Mãe do Ar”. A conversa será seguida pela exibição do curta metragem.

Além disso, a programação contará com dois painéis temáticos:

Na sexta-feira (25), às 18h30, o tema será Mares e Oceanos: a nova década. Participarão do painel, que terá como inspiração o filme “Baía Urbana” (premiado pelo público no festival de 2019), seu diretor, Ricardo Gomes, a ativista ambiental Juliana Poncioni Mota, diretora do Parley for the Oceans no Brasil e Alexander Turra, professor titular do Instituto Oceanográfico da USP.

Já o segundo painel será realizado no próxima terça-feira (29), também às 18h30, com o tema Consumo Excessivo: Lixo Desnecessário. Inspiradas pelos filmes “Ensacola!” e “Comprar, Trocar, Comprar”, Beth Grimberg, do Instituto Pólis, e a arquiteta e urbanista Nina Orlow, conversam sobre a relação entre consumo e lixo e sobre as iniciativas no Brasil e no mundo para redução e gerenciamento dos resíduos sólidos.

Filmambiente 2020 

Ainda não podemos nos reunir no cinema, teatro e/ou centros culturais, mas podemos aproveitar o início desta fria primavera para curtir um filminho em casa – com direito a pipoca a preço justo. 

Quando: 24 a 30 de setembro – Gratuito e 100% online

Onde: Sinal aberto exclusivamente para o Brasil no site Filmambiente.

Programação completa

QUINTA | 24 SETEMBRO

18h30

ABERTURA

Mãe do Ar, de Murat Eyuboglu

2020 | Estados Unidos | 12’40 min

SINOPSE

Uma viagem sobre a floresta revela a destruição provocada pelas queimadas na Amazônia.

20h 

CURTA

MELHOR CURTA 2011

Taba, de Marcos Pimentel

2011 | Brasil | 16 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

Grupos diferentes experimentam suas guerras cotidianas pela sobrevivência habitando um território desigual e em contínuo desequilíbrio.

SINOPSE

Um documentário que desnuda os contrastes e contradições que a vida na cidade nos reserva.

20h 

LONGA

PRÊMIO DO PÚBLICO 2019 LONGA

Baía Urbana, de Ricardo Gomes

2017 | Brasil | 70 min

SINOPSE

A vida marinha da baía de Guanabara, com cenas nunca vistas de golfinhos, tartarugas, corais, esponjas e mais de 50 espécies que ainda vivem no mar poluído do Rio de Janeiro. 

SEXTA | 25 SETEMBRO

20h 

CURTA

PRÊMIO ESPECIAL 2012 CURTA

Passeio Matinal, de Grant Ochard

2011 | Estados Unidos | 6’47 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

Pela forma original e precisa que usa o humor para mostrar as transformações e aflições pelas quais o mundo passa.

SINOPSE

Quando um nova-iorquino passa por uma galinha em seu passeio matinal, ficamos a imaginar quem seria o verdadeiro malandro da cidade.

20h 

CURTA

PRÊMIO ESPECIAL 2015 CURTA 

Gerais, de Arthur Frazão e Tiago Carvalho

2015 | Brasil | 16 min

SINOPSE

No norte de Minas, comunidades geraizeiras atualizam suas tradições para defender seu modo de vida e seu território. 

20h 

LONGA

MELHOR LONGA 2015

Big Men, de Rachel Boynton

2013 | Estados Unidos | 90 min 

JUSTIFICATIVA DO JÚRI 

Um intrigante filme de alta qualidade. Perfeito em cada detalhe, das tensas reuniões com executivos da indústria de petróleo às conversas com guerrilheiros fortemente armados.

SINOPSE 

O que acontece quando um grupo sedento por dinheiro descobre um enorme e raro pote de ouro num dos locais mais pobres da África? Produzido por Brad Pitt, o filme é um tour através do poderoso mundo dos negócios do petróleo – a busca por dinheiro, poder e influências que afeta a todos nós.

SÁBADO | 26 SETEMBRO

20h 

CURTA

MELHOR ESPECIAL 2012 CURTA

Teclópolis, de Anuk Obeid 

2010 | Argentina | 12 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

Por dominar a técnica para criar beleza usando objetos obsoletos, advertindo-nos sobre um futuro dominado pela tecnologia.

SINOPSE

Era uma vez um mundo…Dejetos de plástico chegaram a um ponto no qual nem a praia mais distante está salva.

20h 

CURTA

MELHOR CURTA 2011

Mobília Irlandesa, de Tony Donoghue

2012 | Irlanda | 8’19 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

Pelo modo original e criativo de representar o processo de reciclagem usando a técnica de stop motion.

SINOPSE

Um documentário de animação sobre reciclagem de mobiliário rural na Irlanda.

20h 

LONGA

PRÊMIO DO PÚBLICO 2013 LONGA

Os Chefões Piraram, de Fredrik Gertten

2012 | Suécia | 88 min

SINOPSE

O filme Bananas! – sobre o processo movido por trabalhadores rurais da Nicarágua contra a empresa Dole Food Company – tinha exibição prevista no Festival de Los Angeles, quando foi inesperadamente retirado da seleção; seu diretor e equipe foram processados pela Dole por difamação. Como Davi e Golias, o diretor resolve processá-los também. Quando tudo parece perdido, um blogueiro sueco se revolta ao descobrir que o mercado orgânico local vende os produtos da Dole.

20h 

LONGA

PRÊMIO DO PÚBLICO 2014 LONGA |

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI 2014

Virunga, de Orlando von Einsiedel

2012 | Suécia | 88 min

* Disponível apenas para assinantes Netflix

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

O filme tem todos os elementos de um filme de ação: dramático, excitante, bonito; intriga internacional, jogo de poder, brutalidade, violência. Mas é uma história real, que pode apenas ser contada pelos personagens que encaram estas forças. Nos identificamos com as inocentes vítimas deste conflito. Somos os gorila e somos os congoleses expulsos de suas terras.

SINOPSE

Concorrente ao Oscar 2015, o filme mostra a luta de um pequeno e corajoso grupo de guardas florestais do Parque Nacional de Virunga para proteger o parque e os últimos gorilas da montanha, frente aos conflitos armados que ocorrem permanentemente na região. Pessoas que arriscam suas vidas para construir um futuro melhor em uma parte da África esquecida.

DOMINGO | 27 SETEMBRO

20h 

CURTA

PRÊMIO ESPECIAL 2014 CURTA

Sombra da Árvore, de Biju Viswanath

2013 I República da Tanzânia I 10 min 

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

Um filme que dá esperanças ao espectador mostrando uma amizade improvável.

SINOPSE

Quando um menino encontra um peixe ainda vivo em uma poça de lama, seu desafio é mantê-lo vivo e para isto vai enfrentar desafios que testarão sua fé no universo.

20h 

CURTA

MELHOR CURTA 2015

O Barril, de Annabel Rodríguez

2013 I Reino Unido, Venezuela, Rep Dominicana I 11 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

Pela originalidade do primoroso roteiro e edição, revelando um personagem aprisionado pelas contradições de uma Venezuela dividida entre os ricos do petróleo e a pobreza de uma comunidade que vive às margens do rio.

SINOPSE

As casas de Congo Mirador são construídas sobre palafitas; os adultos usam lanchas para o transporte e as crianças nadam ou usam barris. Às vezes, as crianças organizam corridas de barril. Luis David gostaria de participar, mas ele não tem um barril… ainda.

20h 

LONGA

DESTAQUE DA CURADORIA 2016 LONGA

Homme Less, de Thomas Wirthensohn 

2015 |  Austria | 87 min

JUSTIFICATIVA DOS CURADORES 

Um personagem genial, que nos emociona com seu bom humor e charme enquanto nos guia por uma história surpreendente.

SINOPSE

A vida de Mark é uma metáfora da luta da classe média que está desaparecendo na América. Mas é também um filme sobre a relação da cidade de Nova Iorque e um de seus habitantes. Nova York não é simplesmente um belo cenário, mas a antagonista que dita a direção que a vida de Mark está tomando e a criatividade que usa para nela sobreviver. 

20h 

LONGA

MELHOR LONGA 2011

Comprar, Trocar, Comprar, de Cosima Dannoritzer

2010 | Espanha | 75 min

SINOPSE

O filme denuncia a secular obsolescência planejada – o encurtamento deliberado da vida útil dos produtos – de modo a garantir a demanda do consumo, e como este mecanismo é o cerne da sociedade moderna de consumo, que ameaça afogar em lixo e dejetos o planeta.

SEGUNDA | 28 SETEMBRO

20h 

CURTA

PRÊMIO ESPECIAL 2014 CURTA

Payada Pa Satán, de Carlos Balseiro

2013 | Argentina| 7’30 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

Uma narrativa vigorosa e um cuidado estético para mostrar uma séria questão ambiental.

SINOPSE

Numa remota área no campo, um dia a terra começa a tremer. O Gaúcho e sua esposa, assustados, pensam que é uma praga de satanás. Mas será realmente o diabo que está causando este mal? 

20h 

CURTA

DESTAQUE DA CURADORIA 2013

Cúmplice, de Gavin Hoffman

2013  Irlanda | 4’08 min

JUSTIFICATIVA DOS CURADORES

Por nos lembrar que somos todos responsáveis, agindo ou calando.

SINOPSE

Um filme que explora a consequência de nossos atos.

20h 

LONGA

PRÊMIO DO PÚBLICO 2011 LONGA

Ensacola!, de Suzan Beraza

2010 | Estados Unidos| 78 min 

SINOPSE

Um indivíduo toma a decisão de interromper o uso de sacos de plástico do supermercado. Mal sabe que esta simples decisão mudará sua vida completamente… O filme mostra Jeb Berrier, um americano comum, nada radical, que decide entender nosso caso de amor com o plástico. 

TERÇA | 29 SETEMBRO

20h 

CURTA

MELHOR CURTA 2018

Exília, de Renata Claus

2015 | Brasil | 23’36 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

O Prêmio de Melhor curta-metragem foi escolhido unanimemente por sua força e originalidade.

Da primeira à última imagem, a diretora nos transporta à realidade poética e deslumbrante de Dona Leri e Dona Bete nos últimos momentos de sua ilha nativa Tatuoaca. O tratamento visual incomum usado num filme de não ficção, agrega

valor central ao documentário, convidando-nos a entender o que as palavras não podem fazer. É um retrato sincero e poderoso de duas senhoras e sua natureza, narrado, finalmente, pela sensibilidade de outra mulher, a diretora Renata Claus.

SINOPSE

Duas senhores da ilha de Tatuoca se visitam e comentam como estão sendo deslocadas pela subida das marés e pelas mudanças climáticas.

20h 

CURTA

MELHOR CURTA 2018

Última Morada, de Tofiq Amani

2014 | Curdistão, Irã | 10’38 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

Linguagem visual incomum e diálogos cativantes – o filme surpreende quando, em zoom out, num plano mais aberto, revela um fim inimaginável.

SINOPSE

Esta é a história de uma família de três pessoas no meio do deserto do Iraque, depois da primeira guerra do golfo (1980-88). Um dia a chegada de pessoas muda suas vidas…

20h 

LONGA

PRÊMIO DO PÚBLICO 2015 LONGA

O Jardim da Esperança, de Laurence Guenoun

2015 | Brasil, França | 75 min

SINOPSE

Filmado em Gramacho, depois do fechamento do lixão, o filme dá voz àqueles que perderam seu ganha pão. Com uma câmera, podem se expressar e nos mostrar sua esperança.

QUARTA | 30 SETEMBRO

20h 

CURTA

ESCOLHA DA CURADORIA 2020

Não vejo fronteiras, e você? de Parham Manian

2020 | República Islâmica do Irã | 2’53 min

JUSTIFICATIVA DOS CURADORES

Pois afinal, de fato, estamos realmente conectados e interdependentes

SINOPSE

A maioria das vezes nos esquecemos que a palavra “humano” se refere a todos nós, independente de países e nacionalidades. Com o advento do Coronavírus todas as nações e políticos gradualmente se viram juntos no front contra o inimigo em comum.  

20h 

CURTA

ESCOLHA DA CURADORIA 2020

Febre, de Clemily Martin

2020 | Reino Unido | 1 min

JUSTIFICATIVA DOS CURADORES

É sempre possível rir…

SINOPSE

Numa Londres acometida pelo Corona as tensões estão em alta o tempo todo, enquanto uma moça lasciva flerta com os passageiros do metrô, determinada a conseguir alguma diversão para esta noite de 6a feira. Sanitização é a nova moeda de sedução, e quanto mais você está vestido, melhor.

20h 

LONGA

MELHOR LONGA 2014

Bidder 70, de Beth and George Gage

2012 I Estados Unidos | 73 min

JUSTIFICATIVA DO JÚRI

O personagem tem as características do jovem herói – disposto a fazer um grande sacrifício pelo bem comum, defendendo o certo contra o inimigo poderoso. Como a coragem de um indivíduo tornou-se um exemplo do direito de resistência e à desobediência civil inspiradora e plena de esperança.

SINOPSE

Em 2008 o estudante de economia da Universidade de Utah Tim DeChristopher cometeu um ato que iria redefinir o patriotismo em nosso tempo, acendendo um espírito de desobediência civil em nome da justiça climática.