Consórcio Magalu bikes
Foto: Pixabay

A bicicleta está ganhando espaço como meio de transporte nas cidades e esta tendência está ainda mais forte com a retomada pós-pandemia. A bike é uma maneira segura, individual e sustentável de se locomover, que promove a saúde, diminui a poluição do ar e evita as aglomerações comuns em transportes públicos.

Muitas cidades estão investindo em novas ciclovias e alguns países estão dando subsídios para quem decide adotar a bicicleta para ir e vir quando as atividades voltarem ao ritmo normal.

No Brasil,  o Consórcio Magalu oferece planos especiais para quem quer comprar uma bike. Por meio das cartas de crédito, é possível adquirir diversos modelos de bicicleta com parcelas a partir de R$ 107,31.

cidades bike friendly
Foto: Unsplash

Tendência

Segundo a Aliança Bike (Associação Brasileira do Setor Brasileiro de Bicicletas), no primeiro mês da pandemia as vendas de bicicletas apresentaram queda significativa, de 50% e 70%, entre 15 de março e 15 de abril. No entanto, a partir de maio o setor se recuperou de maneira suficiente para suprir as perdas do início da quarentena, apresentando um aumento de 50% nas vendas do modal.

A bicicleta já carregava o conceito de meio de transporte saudável por ser uma ótima opção de atividade física, no entanto, este ano, com a covid-19, conquistou ainda mais esse espaço.

O destaque cresceu com o aumento da demanda dos serviços de delivery durante a quarentena. Esse transporte de duas rodas, além de ter a função de ferramenta de trabalho para milhares de brasileiros, é considerado sustentável e seguro do ponto de vista das contaminações, pois, com ele, o ciclista não precisa se aglomerar em ônibus e metrôs e consegue se deslocar ao ar livre.