como reutilizar água do banho e da lavagem de roupas
Imagem: IPT
- Publicidade -

A procura por soluções voltadas ao melhor aproveitamento dos recursos hídricos cresceu no Brasil nos últimos anos em função da crise hídrica. Para oferecer à população orientações para ações sustentáveis, o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) produziu um manual explicando como reutilizar cinza, que são aquelas usadas no banho e na lavagem de roupas.

Essas águas podem ter diversos usos, mas, em função dos produtos adicionados durante a sua utilização, precisam de atenção. “Para não colocar a saúde das pessoas em risco, o manual apresenta os cuidados recomendados ao seu uso a partir de soluções simples que não requerem construções, instalação de equipamentos especiais ou mesmo reformas residenciais”, explica Wolney Alves, pesquisador do Centro Tecnológico do Ambiente Construído e coordenador do manual.

Cuidados para reuso de águas cinzas

Para a utilização correta das águas cinza, por exemplo, o usuário deve observar a presença de sabão, amaciantes, corantes, resíduos de sujeiras e gordura que prejudiquem o uso pretendido, causando manchas em pisos, paredes e pintura de veículos.

- Publicidade -

O volume de águas cinza a ser coletado dependerá dos tipos de uso e do espaço disponível na residência para armazenamento. Para uma lavagem de oito quilos de roupas, por exemplo, o volume de água consumido fica em torno de 100 litros, o que é suficiente para 16 descargas de bacia sanitária. Já um banho de chuveiro elétrico com a duração de oito minutos pode consumir de 24 a 40 litros de água, o bastante para quatro a seis descargas.

Imagem: IPT

As águas coletadas da etapa de lavagem de tecidos muito sujos podem ter coloração cinza escuro ou chumbo, e tendem a ficar cada vez mais escuras com o passar do tempo. Essas águas podem liberar odores após 12 horas de armazenamento, aproximadamente. As pesquisadoras do IPT Jordana Rodrigues de Castro, do Núcleo de Bionanomanufatura, e Rayana Santiago de Queiroz, do Centro de Química e Manufaturados, apresentam técnicas simples para evitar os odores nas águas armazenadas.

Mesmo que as águas cinza tenham a aparência de água limpa, os pesquisadores alertam para uma série de usos não permitidos: não beber, não utilizar para tomar banho ou dar banho em animais domésticos, não molhar plantas comestíveis (exceto árvores frutíferas) e tampouco usar para a rega no caso de os produtos adicionados à lavagem de roupas terem cloro em sua fórmula.

Clique aqui para baixar o manual.

Veja também como captar e reaproveitar a água de chuva em casa.

- Publicidade -