A maioria dos projetos e empreendimentos socioambientais falham não pela falta de paixão e dedicação, mas pela exaustão causada pela falta de planejamento ou contexto para tomada de decisões. Já pensou que ao invés de estabelecer uma meta e adaptar ou sacrificar seu estilo de vida para atingi-la, você pode estabelecer a qualidade de vida que quer e trabalhar para que suas metas possam apoiá-las? A articulação e construção de um Contexto Holístico para tomada de decisão é uma ferramenta poderosa que nos permite fazer exatamente isso.

Foi pensando em aprimorar suas metodologias de planejamento e gestão que a Escola de Permacultura, em parceria com a CSA Atibaia, o Coletivo de Permacultores da Chapada Diamantina e a Holos Regenerative Design, da Austrália, traz novamente o Curso “Planejamento de Propriedades Rurais”, agora ministrado online de forma interativa.

O objetivo principal do curso é compartilhar a Tomada de Decisão Holística e a Escala de Permanência da Linha Chave com produtores rurais, moradores de ecovilas e empreendedores socioambientais. Essas abordagens garantem que a produtividade, a qualidade de vida e a segurança ecológica andem juntas, seja em projetos, comunidades, empreendimentos rurais ou empresas.

O curso será ministrado por Eurico Vianna, que trabalha com o conceito de construção de ‘Santuários de Sanidade Mental e Ecológica’, áreas de habitação, produção alimentar e cultural onde ações e relações são pautadas pela restauração social, econômica e ecológica. Atualmente Eurico trabalha como educador e consultor na Austrália onde é diretor da Holos Regenerative Design e está montando um site demonstrativo para práticas regenerativas.

As aulas serão ao vivo e combinarão teoria (aulas explanatórias) e prática (exercícios de desenho). Os participantes poderão interagir com comentários e dúvidas em todas as aulas.

Para saber mais detalhes sobre o curso clique aqui.

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.