O maior símbolo da França será cercado por uma vasta vegetação e por uma área convidativa aos pedestres. A remodelação é parte das obras que serão realizadas na capital do país para os Jogos Olímpicos de 2024. 

O centro do projeto está em criar uma experiência mais agradável para quem visita o maior ponto turístico de Paris. As medidas incluem criar corredores verdes e reformar o Campo de Marte, um jardim público que funciona como uma extensão verde da torre, onde os visitantes fazem piqueniques. 

Seguindo para o outro lado da torre, há a ponte de Jena que atravessa o rio Sena. Esta se tornará a primeira ponte verde de Paris. O tráfego será redesenhado e somente ônibus e veículos de emergência poderão transitar por lá. Tal viaduto liga à praça Trocadero, que também será totalmente reconstruída -, dando mais espaço para pedestres caminharem ou simplesmente descansarem em seus jardins. O projeto inclui a construção de uma espécie de anfiteatro vegetal. 

Nos Jardins do Trocadéro o grande destaque é a Fonte de Varsóvia, que estenderá seus gramados e ganhará assentos de pedra. As vielas a leste e a oeste desta fonte serão refeitas e terão flores de cerejeira. Além disso, o acesso para famílias e pessoas com mobilidade reduzida será facilitado por meio da melhoria das calçadas. 

O projeto é do escritório Gustafson Porter + Bowman e foi batizado de “OnE I”. Ele foi selecionado em um concurso da prefeitura de Paris que desafiou os participantes a reimaginarem a paisagem de um dos monumentos mais emblemáticos do mundo. 

Abrangendo uma área de 54 hectares, a primeira fase do projeto deve ser concluída em 2023. 

O escritório Gustafson Porter + Bowman também é responsável por outro projeto que já falamos aqui: um edifício com mais de 700 árvores.