O Grupo Volkswagen está apresentando um novo conceito de carregador. Trata-se de um pequeno robô que será capaz de carregar veículos elétricos de forma autônoma, rápida e eficiente.

Como alternativa às estações de recarga nas estradas, a fabricante alemã está apostando no carregamento móvel. Ela criou um “robô carregador” que cumpre a função do frentista e ao mesmo tempo da própria fonte de recarga, uma vez que o equipamento possui um reboque com energia armazenada. Durante o processo de transferência de energia, outros veículos elétricos podem ser carregados pelo robô e, por fim, o próprio equipamento, de forma autônoma, retorna para a estação.

A ideia é tornar o sistema mais conectado possível: o motorista ativa o robô por meio de um aplicativo no telefone que automaticamente se dirige ao carro. Desde a abertura da aba do soquete de carga até a conexão do plugue ao desacoplamento – todo o processo de carregamento ocorre sem nenhuma interação humana. Isso pode tornar possível que qualquer estacionamento seja transformado em um ponto de recarga.

“Essa abordagem tem um enorme potencial econômico. O trabalho de construção e os custos para a montagem da infraestrutura de carregamento podem ser reduzidos consideravelmente com o uso dos robôs”, afirma Mark Möller, chefe de desenvolvimento da Volkswagen Group Components.

Tecnologia

Apesar do design compacto, o robô pode mover vários vagões de bateria ao mesmo tempo, além de locomover-se de forma autônoma – inclusive não colidindo com outros carros ou possíveis obstáculos no estacionamento. Para tanto, é equipado com câmeras, scanners a laser e sensores ultrassônicos. A Volkswagen defende que esta é uma “solução rápida e fácil para eletrificar todos os espaços de estacionamento”.

Veja como será o funcionamento:

Não há previsão para o lançamento do “robô ajudante”. Enquanto isso, a própria companhia é uma das que investem em pontos de recarga nas estradas. Os planos são instalar 36 mil pontos em toda a Europa até 2025. No continente, a aposta na descabornização tem aumentado consideravelmente nos últimos anos.

Leia também:

No Japão há mais pontos de recarga para elétricos que bombas de gasolina

Pequim ganha maior estação de recarga elétrica do mundo