scooter elétrica inflável
Foto: Divulgação

A Universidade de Tóquio desenvolveu um protótipo de uma scooter elétrica e inflável que pode ser adaptada individualmente para cada condutor, de acordo com suas características. A invenção ganhou o nome de Poimo (do inglês Portable and Inflateble Mobility, ou Mobilidade Portátil e Inflável).

O objetivo, segundo seus idealizadores é que a scooter, assim como as maioria dos produtos infláveis, seja mais fácil de ser armazenada e transportada quando não estiver em uso. E, quando fosse ser usada, basta que o condutor infle a motoneta com uma bom de ar convencional.

A última versão do protótipo foi desenhada para que os usuários pudessem ter produtos individualizados, produzidos de acordo com as características físicas dos condutores e preferências em relação à posição do assento.

Os futuros proprietários enviam fotos e, um software usa tecnologia 3D para criar a scooter mais adequada para cada um, de acordo com o seu tamanho e postura preferida.

A medida que o novo desenho vai sendo criado, o software ajusta as medidas da Poimo para que ela não perca força, estabilidade e dirigibilidade. Uma vez que o projeto estivesse finalizado, seria enviado ao fabricante – pelo menos este é o plano caso a Poimo seja comercializada no mercado real.

A acooter então seria fabricada com um tecido de plástico relativamente duro, com sete partes infláveis separadas. Estas partes incluiriam as rodas e outras partes da estrutura, mas obviamente não incluem o motor e componentes eletrônicos, entre eles a bateria de lítio.

Segundo os idealizadores do projeto, o protótipo em funcionamento pesa aproximadamente 9 quilos, tem uma velocidade máxima de 6 km/h e autonomia de 1 hora por carga.

O desenvolvimento do projeto foi uma parceria entre a Universidade de Tóquio e a empresa de tecnologia Mercari R4D e a versão final será apresentada em uma conferência online ainda este ano.

Veja abaixo mais alguns detalhes sobre esta inusitada invenção.