Na última quinta-feira (10), a prefeita de Paris, Anne Hidalgo anunciou a gratuidade na passagem de transporte público para crianças de até 11 anos. Pessoas que apresentam deficiências físicas, e são menores de 20 anos, também serão beneficiadas com o passe livre. Já estudantes do ensino médio terão reembolso de 50% no gasto com transporte.

No informe, feito pelo Twitter, Anne afirmou que as novas resoluções visam “acelerar a transição ecológica” da capital da França. Além disso, são derivadas de um relatório que sobre mobilidade urbana na cidade e região metropolitana, encomendado por ela.

“Este relatório inclui mais de 20 outras medidas para apoiar o desenvolvimento do transporte público e ciclismo. Alguns dependem da cidade de Paris, outros da metrópole, da região ou do estado. Vamos levá-los todos ao debate público”, disse a prefeita em sua conta no Twitter. Em resposta, muitos internautas criticaram a decisão.

A gestão também quer incentivar o uso de bicicleta como meio de transporte. O sistema de empréstimo de bikes chamado Velib será gratuito para menores de 18 anos. Todas as medidas entram em vigor a partir de 1º de setembro.

Passe livre para todos?

A ideia inicial era levar a gratuidade para todos os moradores, independente da idade. Porém, segundo estudos do munícipio, a medida não teria um grande impacto na redução do tráfego de veículos pois a maioria dos motoristas não deixariam o carro em casa.