Kansas City, a cidade mais populosa do estado do Missouri, nos EUA, é agora a primeira grande cidade do país a disponibilizar transporte público gratuito. Muitos especialistas questionam a aplicação do passe livre em grandes cidades, Kansas City quer mostrar que isso não só é possível como também traz retornos financeiros.

Com apoio do prefeito eleito recentemente, Quinton Lucas, o conselho da cidade votou por unanimidade pela aprovação do projeto que torna gratuita todas as rotas de ônibus e dos veículos leves sobre trilhos.

Estima-se que a medida custará US$ 8 milhões por ano e o conselho precisa detalhar a proposta inclusive para apontar como será financiado o programa. Hoje uma passagem de ônibus em Kansas City custa US$ 1,50.

“Quando estamos falando sobre melhorar a vida das pessoas que são nossos cidadãos mais vulneráveis, não acho que exista alguma dúvida sobre a necessidade de obter esse dinheiro. É o dinheiro que nós, como cidade, se queremos priorizar o transporte público, podemos encontrar”, afirmou o vereador Eric Bunch.

Legisladores e autoridades de transporte da cidade acreditam que aumentar a mobilidade vai levar a diversos benefícios. Além de democratizar o acesso ao transporte e possibilitar o real direito de “ir e vir”, a medida contribui para reduzir o número de veículos nas ruas assim como as emissões poluentes, ou seja, melhora o trânsito e a qualidade do ar.

transporte kansas
Foto: Jazz Guy | Flickr

Já o site City Lab, apesar de avaliar bem a medida, ressalta que, além da gratuidade, o serviço ofertado hoje precisa melhorar. “Enquanto a linha rápida de ônibus e o bonde da cidade circulam a cada 10 minutos, a maioria das linhas regulares chega a cada 30 a 60 minutos. Em uma metrópole ampla e orientada para carros isso significa que as conexões podem levar horas”.

Esta é tida como a primeira metrópole dos Estados Unidos a adotar o modelo, uma vez que cidades menores como Vail, no Colorado, já aplicam o passe livre.

Veja também: Transporte público coletivo gratuito é possível, diz pesquisa