A melhor maneira de oferecer transporte de qualidade, principalmente nas grandes cidades, é proporcionando estrutura para que a população possa mesclar vários meios de locomoção. Em Stuttgart, na Alemanha, uma linha de trens é equipada com um vagão externo exclusivo para carregar as bicicletas.

O sistema é instalado apenas em uma pequena linha, mas já facilita a locomoção de muitas pessoas. O trecho equipado com a tecnologia possui dois quilômetros e está em uma subida. Assim, esta é uma alternativa eficiente para aqueles que querem usar a bicicleta, mas não querem chegar ao trabalho suados, por exemplo.

Poder transportar as bicicletas nos trens não é um mérito exclusivo da rede de transporte público de Stuttgart. Em São Paulo, por exemplo, existem vagões separados para ciclistas, mas o horário de funcionamento é bastante restrito e os trens não são equipados com acessórios que facilitem a alocação das bikes.

Na cidade alemã, a estrutura, que se assemelha a um paraciclo, foi criada especificamente com este propósito. Então, assim que o trem para na plataforma, os usuários podem estacionar suas bicicletas no espaço exclusivo e ter a certeza de que elas estarão seguras na hora de ir embora.

A alternativa tem repercutido por diversas cidades em todo o mundo. Mesmo que o sistema de Stuttgart não tenha uma abrangência muito grande, ele pode servir de incentivo para que outras tecnologias sejam aplicadas e aprimoradas em outros locais.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.