Aos 23 anos, o estudante Luã Olsen saiu de Florianópolis para cruzar o estado de Santa Catarina, usando apenas sua bicicleta. Em 32 dias de viagem, o ciclista percorreu quase 1.800 km de estrada. Um ano depois, a aventura foi publicada no livro “Uma Volta de Bicicleta Por Santa Catarina”.

Desde o princípio, o objetivo do estudante de arquitetura e urbanismo foi entrar em contato com a cultura catarinense. “Queria conhecer meu Estado com minhas próprias pernas: dessa forma, resolvi pedalar por Santa Catarina. Meu combustível foram minhas próprias pernas, regadas a doses de água gelada, por todo o percurso”, conta Olsen.

Durante a viagem, o aventureiro percorreu não só trechos pavimentados, como rodovias federais cheias de caminhões, mas também estradas de terra batida. Ciclista urbano há dez anos, Olsen diz que sua visão política o inspirou a andar de bike. “Os problemas gerados por escolhas excessivamente individuais e consumistas, aliados à péssima estrutura das cidades atuais, fizeram com que eu optasse pelo uso da bicicleta”, diz.

No livro, o estudante conta que ficou sem água em um dia de calor, mas usou a serenidade para encarar este e outros desafios na estrada. “Precisei empurrar diversas vezes a bicicleta morro acima e às vezes até em trechos planos. Problemas nas articulações dos dedos me fizeram não conseguir frear em descidas íngremes, e tinha que empurrá-la novamente”, diz o ciclista, que incrementou sua bike com peças instaladas em vários lugares do Estado.

Depois de ter publicado os relatos da expedição, Olsen pretende utilizar o dinheiro arrecadado nas vendas para financiar a sua próxima aventura, uma viagem de bicicleta até Buenos Aires, que tem início previsto para em fevereiro e também cruzará o litoral uruguaio. “Acredito que o viajante, de forma geral e não apenas o cicloviajante, deve estar aberto para receber a poesia receptiva do local, seja ela qual for, e na intensidade que for”, finaliza o estudante aventureiro.

Para adquirir o livro "Uma Volta de Bicicleta Por Santa Catarina", basta entrar em contato diretamente com o autor, enviando um email para [email protected], ou através de sua página pessoal no Facebook

 Por Gabriel Felix – Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.