A capital francesa, Paris, apostou em uma alternativa limpa e barata de fornecer energia para um edifício de baixa renda. A construção, que fica nas proximidades de uma estação do metrô, terá suas águas aquecidas com a energia produzida pelos passageiros, vagões e outras máquinas da estação.

A maneira sustentável de se obter energia é semelhante à produção geotérmica, que consiste em aproveitar o calor proveniente da Terra. O sistema implantado em Paris será o responsável pelo aquecimento da água usada em 17 apartamentos. Além disso, permitirá a redução da conta de energia e das emissões de CO2, que diminuirá em 30%.

O calor absorvido pelo sistema é proveniente dos passageiros, dos vagões e de outras máquinas que mantêm a estação em funcionamento. Conforme divulgado pelo site Inhabitat, o calor do corpo de uma pessoa é equivalente a 100 watts. Como as estações parisienses são muito movimentadas, a medida pode se tornar uma ótima alternativa para a produção energética a baixos custos.

O aquecimento atingirá as águas que correm nos canos subterrâneos e que depois serão bombeadas para todos os apartamentos do prédio. A reforma que está sendo feita do edifício para adequá-lo aos padrões sustentáveis deve ficar pronta até o final de 2011.

Com informações do Portal Exame

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.