O museu de arte moderna da cidade de Graz, na Áustria, é um verdadeiro referencial em arquitetura sustentável. Fundado em 2003 o centro de exposições é uma construção contemporânea em meio às tradicionais edificações europeias.

Apelidado de Kusthaus Graz e popularmente conhecido como “Alien Friendly”, o museu foi desenhado pelos arquitetos Peter Cook e Colin Fournier. Seu design contemporâneo lembra uma bolha e seu interior reserva um enorme arsenal na área de design, novas mídias, cinema e fotografia.

Apesar de ser bastante chamativo pelo contraste que tem com as construções ao seu redor, o prédio foi construído com baixo impacto ambiental, que também se reflete no impacto gerado pelo uso do espaço.

O edifício dispõe de uma área de 2,5 mil metros quadrados, divididos em áreas para exposições, hospedagem e espaços comuns. Toda a fachada do prédio é envolta por painéis de vidro acrílico semitransparente. Ao todo, 1.288 painéis deste tipo estão espalhados pela superfície do museu.

Além de permitir maior aproveitamento da luminosidade natural, este sistema também facilitou a instalação de placas fotovoltaicas, embutidas nos painéis e que produzem energia limpa para o uso interno.

Com informações do Inhabitat.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.