- Publicidade -

O designer colombiano Carlos Montana Hoyos criou uma poltrona feita com 1739 argolas de latinhas de alumínio. O nome dado à cadeira, La Lata, tem como origem uma expressão colombiana, cujo significado é espontânea.

O conceito da poltrona foi inteiramente baseado no ideal de reutilização. A técnica usada pelo designer incorpora conceitos de artesanato manuais e design contemporâneo.

Os pequenos materiais que iriam para o lixo foram reaproveitados e se transformaram em uma poltrona ideal para ambientes externos. O melhor disso tudo, é que mesmo quando ela perder a utilidade, as argolinhas de alumínio ainda poderão ser recicladas.

- Publicidade -

Sustentabilidade não foi a única motivação para o designer colombiano. Ele também quis mostrar que a produção local tem muito valor e pode ser apreciada da mesma forma que as criações provenientes de países estrangeiros.

Para Hoyos a ênfase nunca deve ser dada somente para o produto final , mas sim para toda a cadeia de produção e comercialização que o envolvem. Ele, por exemplo, se preocupa com a forma com que o produto irá impactar a pessoa responsável pela fabricação.

Outra coisa prezada pelo designer é o fato de envolver a comunidade local com o recolhimento e tecelagem da trama, que é feita de argolas de latinhas e lacres plásticos. O Colombiano vê sua poltrona como mais uma possibilidade de geração de renda para as comunidades locais.

Além de ser um exemplo ecologicamente correto, a poltrona também é confortável e possui um design forte e impactante.

- Publicidade -