Inicio Vida Sustentável Carro é a pior e mais cara maneira de se deslocar em SP, diz estudo

Vida Sustentável

Carro é a pior e mais cara maneira de se deslocar em SP, diz estudo

Todo mundo sabe que o carro está longe de ser a melhor opção de transporte nos grandes centros urbanos. Recentemente, um estudo realizado em São Paulo levou em conta os gastos totais e constatou que o automóvel é a maneira mais cara de se deslocar pe

26 de fevereiro de 2013 • Atualizado às 17 : 38
Carro é a pior e mais cara maneira de se deslocar em SP, diz estudo

2.40K
0

Todo mundo sabe que o carro está longe de ser a melhor opção de transporte nos grandes centros urbanos. Recentemente, um estudo realizado em São Paulo levou em conta os gastos totais e constatou que o automóvel é a maneira mais cara de se deslocar pela maior cidade do Brasil.

Gasolina batendo recordes de preço, estacionamentos lotados, engarrafamentos na hora de voltar para casa: em São Paulo, o carro deixou de ser sinônimo de conforto há tempos. Agora, com o combustível em alta, é melhor não tirar mais o carro da garagem – na capital paulista, sai mais barato andar de táxi do que usar o automóvel próprio.

Quem chegou à conclusão foi Samy Dana, professor da Fundação Getúlio Vargas. Depois de realizar um estudo, o especialista concluiu que só vale a pena ter um carro em São Paulo se ele custar até 30 mil reais e se o proprietário rodar mais de 17 quilômetros por dia, tanto com gasolina, como com álcool.

Para elaborar a pesquisa, foi considerado o preço médio dos combustíveis na capital paulista: para a gasolina, foi adotado o valor de R$ 2,80, e, para o álcool, o preço de R$ 1,94. Além dos gastos para abastecer os veículos, o estudo também levou em conta as despesas com manutenção, estacionamento, seguro, IPVA e licenciamento.

No portal da Folha de S. Paulo, foram publicados os cálculos finais da pesquisa. Por meio de um gráfico, o internauta pode interagir com as informações, fazendo contas para comparar os custos anuais de um carro com um táxi. No entanto, priorizar a bike ou andar a pé na hora de percorrer curtas distâncias são as melhores opções para quem pretende colaborar com o planeta e ainda economizar dinheiro no fim do mês. Com informações da Folha de S. Paulo.

Redação CicloVivo

(2397)

logo
Fechar
Abrir
logo