- Publicidade -

No final dos anos 80, a agência espacial americana, NASA, procurava maneiras de desintoxicar o ar em suas estações espaciais. Foi assim que realizou um estudo para determinar quais plantas seriam mais eficazes na filtragem da poluição cujo resultado, publicado em 1989, foi resumido em uma lista.

A Nasa ainda detalhou alguns dos poluentes do ar que rondam a todos e os perigos para a saúde humana, confira abaixo:

  • Tricloroetileno: é encontrado em tintas de impressão, tintas, lacas, vernizes, adesivos e removedores de tinta. Os sintomas associados à exposição a curto prazo podem incluir excitação, tontura, dor de cabeça, náuseas e vômitos, seguidos de sonolência e coma.
  • Formaldeído: pode ser encontrado em sacos de papel, papéis encerados, tecidos faciais, toalhas de papel, painéis de madeira compensada e tecidos sintéticos. Os sintomas associados à exposição a curto prazo podem incluir irritação no nariz, boca e garganta, e em casos graves, inchaço da laringe e pulmões.
  • Benzeno: é usado para fazer plásticos, resinas, lubrificantes, detergentes e drogas. Também é encontrado no fumo do tabaco, cola e cera de móveis. Os sintomas associados à exposição a curto prazo podem incluir irritação nos olhos, sonolência, tontura, dor de cabeça, aumento da frequência cardíaca, dores de cabeça, confusão e, em alguns casos, pode resultar em inconsciência.
  • Xileno: pode ser encontrado em borracha, couro, fumo de tabaco e escapamento de veículo. Os sintomas associados à exposição a curto prazo podem incluir irritação na boca e na garganta, tontura, dor de cabeça, confusão, problemas cardíacos, danos no fígado e nos rins e coma.
  • Amônia: é muitas vezes encontrado em limpadores de janelas, ceras de chão, sais e fertilizantes. Os sintomas associados à exposição a curto prazo podem incluir irritação ocular, tosse e dor de garganta.

A agência espacial preparou então uma lista de plantas para deixar o ar livre de poluentes e substâncias nocivas.

- Publicidade -

Confira a lista da NASA com plantas que limpam o ar para ter em casa:

Tamareira-anã (Phoenix roebelenii)

plantas que limpam o ar
Foto: Forest & Kim Starr | CC

Samambaia-americana (Nephrolepis exaltata)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Samambaia Kimberly (Nephrolepis obliterata)

plantas que limpam o ar
Foto: Daderot | CC

Clorofito (Chlorophytum comosum)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Café-de-salão (Aglaonema modestum)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Palmeira de Jardim (Dypsis lutescens)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Figueira-Benjamim (Ficus benjamina)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Jiboia (Epipremnum aureum)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Antúrio (Anthurium andreanum)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Palmeira-dama (Rhapis excelsa)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Gérbera (Gerbera jamesonii)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Dracena (Dracaena fragrans)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Hera (Hedera helix)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Espada-de-são-jorge (Sansevieria trifasciata)

plantas que limpam o ar
Foto: Severin Candrian | Unsplash

Dragoeiro de Madagascar (Dracaena marginata)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock

Crisântemo (Chrysanthemum morifolium)

plantas que limpam o ar
Foto: iStock
- Publicidade -