- Publicidade -

O Projeto Encontros preparou atividades especiais para as férias do mês de julho. As estações Paraíso e Corinthians-Itaquera do Metrô recebem programação gratuita especial durante todo o mês. Entre as atrações estão atividades, oficinas culturais, shows, exibição de filmes e aulas de dança.

Confira abaixo a programação completa desta semana (15/07 a 20/07):

Segunda-feira (15)

- Publicidade -

Estação Paraíso

– 13h: Encontros de música

Bentinho Dias

Professor de violão popular no Conservatório de Tatuí. Neste pocket show, Betinho apresentará obras de violonistas brasileiros além de composições e arranjos próprios.

– 17h: Encontros de cinema

A fabulosa aventura de sharpey

Após um descobridor de talentos ver uma performance sua com seu cachorro Boi durante uma festa de gala para caridade, Sharpey Evans parte em direção aos holofotes da cidade de Nova York convencida que vai conseguir fama e fortuna instantâneas. Mas eles encontram proprietário de uma cadela mimada chamada Condessa e uma ardilosa estrela da Broadway que farão de tudo para esmagar a concorrência.

Direção: Michael Lembeck | Livre | 89 minutos

– 19h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Lia Robatto

Nascida em são Paulo, e formada pela Escola Municipal de bailado, Lia Robatto é uma paulistana que adotou a Bahia para exercer sua arte. Trabalhou como assistente de Yanka Rudzka (1917-2008) na Universidade Federal da Bahia, onde também atuou como professora e bailarina. É uma grande criadora de grupos e movimentos, como o Grupo Experimental de Dança (GED) e a Escola de Iniciação Artística. Direção: Inês Bogéa| Livre| 33 minutos

Estação Corinthians-Itaquera

– 13h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Luis Arrieta

Nascido em Buenos Aires, Luis Arrieta chegou ao Brasil em 1974, a convite de Marilena Ansaldi para integrar o Ballet Stagium. Em seguida, integrou o Corpo de Baile Municipal, onde começou a coreografar. Em sua trajetória de mais de 40 anos, atuou como bailarino, coreógrafo e diretor artístico, construiu uma das mais destacadas obras na arte da dança produzidas no Brasil.

Direção: Inês Bogéa e Sergio Roizenblit | Livre | 28 minutos

– 19h: Encontros de dança

ATIVEDANCE

Apresentação e aula de dança com técnicas de movimentos, consciência corporal e condicionamento físico. Com Prof. Maurício Pinheiro.

Terça-feira (16)

Estação Paraíso

– 13h: Encontros de oficinas culturais

Oficina de circo

O circo teve sua origem em Roma há mais de 200 anos antes de Cristo. Naquela época o circo fornecia à população o divertimento necessário para que não houvesse atos revolucionários.

A palavra circo vem do latim “Circus” que significa “o lugar em que as competições se desenrolam”. Falber Produções.

– 17h: Encontros de dança

Dança sem idade

Cada encontro aborda um país diferente, com seu estilo musical próprio, elementos arquetípicos e movimentos corporais que podem ser vivenciados por pessoas de qualquer idade. Neste será abordado à história e prática de passos da antiga e empolgante dança folclórica da Península Ibérica ao som de músicas tocadas com gaita de fole. Com Zuzu Leiva

– 19h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Marilene Martins

Pioneira da dança moderna em Belo Horizonte, Marilene Martins dividiu sua carreira entre Belo Horizonte – onde dançou no Ballet de Minas Gerais, sob direção de Carlos Leite, e no Ballet Klauss e Angel Vianna, Salvador. Fundou a Escola de Dança Marilene Martins, em Belo horizonte em 1969, e o trans-forma Grupo Experimental de Dança, em 1971.

Direção: Inês Bogéa| Livre| 29 minutos

Estação Corinthians-Itaquera

– 13h: Encontros de Curta-Metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Márcia Haydée

Márcia Haydée é a bailarina brasileira de consagração mundial, conhecida como a “Callas da dança”, por sua força interpretativa. Em sua carreira atuou no Balé do Marquês de Cuevas, mas foi no Stuttgart Balllet, sob a direção de John Cranko, que no início dos anos de 1960, ela se tornou musa do coreógrafo e foi revelada como uma grande intérprete e bailarina. Na década de 1970, após a morte de Cranko, Márcia assumiu a direção da companhia. Direção: Inês Bogéa e Moira Toledo| Livre| 31 minutos

– 19h: Encontros de dança

Aula de dança

A dança pode existir como manifestação artística ou como forma de divertimento ou cerimônia. Como arte, a dança se expressa através dos signos de movimento, com ou sem ligação musical, para um determinado público, que ao longo do tempo foi se desvinculando das particularidades do teatro. Com Professora de Mayka Barros – Cia Developpé de Dança.

Quarta-Feira (17)

Estação Paraíso

– 13h: Encontros de oficinas culturais

Desenho vivo no metrô

Observar e desenhar um modelo vivo pode ser um exercício divertido. Qualquer pessoa pode desenhar, não importa a técnica ou qualidade do desenho. Os artistas farão desenhos rápidos a partir das poses sugeridas pelo modelo. Na segunda fase do encontro, os artistas e os espectadores serão estimulados a também fazerem o papel do modelo, sugerindo poses comuns, como de sentar-se na cadeira ou até mesmo estar em pé aguardando o metrô e desta forma poderemos desenhar inspirados pela arte e pela simplicidade que moram em cada um de nós. Vamos com a gente? Com Semente una.

– 17h: Encontros de circo

Magia

O mistério e o encanto desta arte circense, secular e misteriosa. Co-curadoria Camilo Torres – Cia Folia de Picadeiro

– 19h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Luis Arrieta

Nascido em Buenos aires, Luis Arrieta chegou ao Brasil em 1974, a convite de Marilena Ansaldi para integrar o Ballet Stagium. Em seguida, integrou o Corpo de Baile Municipal, onde começou a coreografar. Em sua trajetória de mais de 40 anos, atuou como bailarino, coreógrafo e diretor artístico, construiu uma das mais destacadas obras na arte da dança produzidas no Brasil.

Direção: Inês Bogéa e Sergio Roizenblit| Livre| 28 minutos

Estação Corinthians-Itaquera

– 13h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Márcia Haydée

Márcia Haydée é a bailarina brasileira de consagração mundial, conhecida como a “Callas da dança”, por sua força interpretativa. Em sua carreira atuou no Balé do Marquês de Cuevas, mas foi no Stuttgart Balllet, sob a direção de John Cranko, que no início dos anos de 1960, ela se tornou musa do coreógrafo e foi revelada como uma grande intérprete e bailarina. Na década de 1970, após a morte de Cranko, Márcia assumiu a direção da companhia.

Direção: Inês Bogéa e Moira Toledo | Livre| 31 minutos

– 19h: Encontros de artes cênicas

A inclusão com celelê

O espetáculo enfatiza a amizade, a importância de ajudar as pessoas e principalmente aquelas que possuem deficiência e os excluídos pela sociedade. Uma apresentação interativa, com música ao vivo, história sobre a inclusão com personagens teatrais e mini palestra.

QUINTA-FEIRA (18)

Estação Paraíso

– 13h: Encontros de artes cênicas

O circo e sua história de alegria

O espetáculo conta uma das inúmeras possibilidades do surgimento do circo desde a China até os dias de hoje. Com irreverência e uma pitada de palhaço pastelão, é assim que se desenrola a doce magia do circo. Com Circo do Céu Aberto.

– 17h: Encontros de dança

Aula de sertanejo universitário

O Sertanejo Universitário é uma dança que cativa o grande público, com seu estilo próprio e exclusivo. Como todos os gêneros da Música Brasileira, o Sertanejo também evoluiu e adaptou-se no decorrer do tempo. A variação mais recente deste gênero, o Sertanejo Universitário, com levada mais acelerada, mistura elementos do Rock, Pop e do Axé. Falber produções.

– 19h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Ana Botafogo

Ana Botafogo começou a estudar ballet clássico em sua cidade natal e a dançar profissionalmente na França, no Ballet de Marseille. Frequentou ainda a Academia Goubé na Sala Pleyel, em Paris (França), a Academia Internacional de Dança Rosella Hightower, em Cannes (França), e o Dance Center-Covent Garden, em Londres (Inglaterra).Desde 1981 é a primeira-bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro já tendo se apresentado na Europa, América do Norte, América Central e América do Sul.

Direção: Inês Bogéa e Iracity Cardoso| Livre | 35 minutos

Estação Corinthians-Itaquera

– 13h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Décio Otero

Décio Otero, coreógrafo e diretor do Balé Stagium, foi um dos grandes responsáveis pela guinada da dança brasileira no inicio da década de 1970. Ao longo de quatro décadas, fez mais de 50 trabalhos para o grupo e levou a dança para todos os lados do país. Otero também atua como organizador de projetos sócios-educativos em instituições e escolas.

Direção: Inês Bogéa e Moira Toledo| Livre| 28 minutos

– 19h: Encontros de dança

Salsa

Por ser uma dança sensual, explosiva, romântica e muito divertida, a Salsa – do castelhano "tempero" – transmite a ideia de música com "sabor" com seus "condimentos musicais". Com Professora Zélia Santos.

SEXTA-FEIRA (19)

Estação Paraíso

– 13h: Encontros de circo

Marionetes e bonecos

A interatividade do artista com seus bonecos interagindo e encantando a plateia. Co-curadoria Camilo Torres – Cia Folia de Picadeiro

– 17h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Tatiana Leskova

Tatiana Leskova é uma das figuras mais importantes da dança brasileira. Nasceu em Paris e chegou ao brasil em 1942 com a Companhia Original Ballet Russes do Coronel de Basil. Sob sua direção o Balé do Theatro municipal do Rio de Janeiro se transformou em uma das companhias de dança mais prestigiadas e clássicas no país. Seu amor incondicional a dança a faz uma das figuras mais respeitadas do meio no mundo.

Direção: Inês Bogéa e Iracity Cardoso | Livre | 30 minutos

– 19h: Encontros de música

Raquel Queiroz

Com influência de grandes intérpretes femininas dos anos 80 e 90, a bela solta as suas feras em um repertório que mescla momentos de nostalgia melódica e de extrema euforia, cantando canções que marcaram o público.

A cantora traz em seu show muito charme e carisma, além de musicalidade e sutileza em sua interpretação singular. Falber produções.

Estação Corinthians-Itaquera

13h: Encontros de curta-metragem

São Paulo Companhia de Dança – Coleção figuras da dança | Ruth Rachou

Uma das artistas fundamentais da dança moderna no Brasil, Ruth Rachou iniciou sua carreira no histórico Ballet do IV Centenário (1954) e influenciou toda uma geração de dança. Tem uma extensa carreira profissional como bailarina, coreógrafa e professora. No Brasil, foi responsável pela disseminação de técnicas da dança moderna americana e, em 1972, abriu o Espaço de Dança Ruth Rachou.

Direção: Inês Bogéa e Sergio Roizenblit | Livre | 29 minutos

– 19h: Encontros de música

Banda musical da guarda civil metropolitana

A Banda Musical da Guarda Civil Metropolitana é composta por 34 músicos, e tem como característica um repertório eclético, regida pelo Inspetor Maestro Renan Gomes Luiz e pelo GCM 1º Classe – Maestro Auxiliar – Valdyr de Jesus Aguiar Filho.

SÁBADO (20)

Estação Paraíso

– 13h: Encontros de música

Souza Lima Instrumental

O grupo apresenta repertório baseado em clássicos da música brasileira e do jazz instrumental.

Liderado pelo baterista, músico e professor Paulinho Alves, a Banda SL Instrumental é composta por alunos do Conservatório e Faculdade Souza Lima, alguns deles, músicos já atuantes nas noites paulistanas.

Conservatório e Faculdade Souza Lima.

- Publicidade -