Conheça o hambúrguer sem carne que emite 89% menos gases de efeito estufa

O Impossible Burger 2.0 “sangra” e chia, quando vai para a chapa, e engana até no sabor.

A Impossible Foods é uma empresa norte-americana que desenvolve substitutos vegetais para carne e produtos lácteos. Ela chamou atenção ao produzir um hambúrguer totalmente vegetal, o Impossible Burger 2.0, que “sangra” e chia, quando vai para a chapa, e engana até no sabor. Tudo isso na tentativa de criar o produto mais parecido possível com o feito de origem animal. Agora, ela publica uma avaliação que mostra seus atributos do ponto de vista ambiental.

“Quando os consumidores compram um Impossible Burger em vez de um hambúrguer de vacas, eles reduzem seu impacto em todas as categorias ambientais significativas, incluindo uso da terra, uso de água doce, emissões de gases de efeito estufa e poluição aquática do escoamento”, afirma a companhia.

Com receita atualizada, o novo hambúrguer, em comparação ao feito com carne de vaca, requer: 87% menos de água, libera 89% menos gases de efeito estufa na atmosfera, reduz em 92% as chances de contaminação da água, poupa 96% mais terra e habitat para a natureza e a biodiversidade, que seria preciso na criação de animais. Tais dados foram validados pela empresa de consultoria suíça Quantis. Para mais informações, acesse aqui.

“Estamos falando sério sobre a nossa missão de fornecer opções muito mais sustentáveis ​​do que a pecuária na cadeia alimentar”, diz o CEO e fundador da Impossible Foods, Dr. Patrick O. Brown. “Para fazer isso, temos que fazer carne deliciosa, nutritiva, versátil e acessível – e também deve ser muito mais eficiente e sustentável do que qualquer outra coisa no mercado. Constantemente medimos e otimizamos todos os aspectos do nosso produto, particularmente o sabor e a sustentabilidade”.

O segredo da carne vegan

Os cientistas da Impossible Foods descobriram que uma molécula – “heme” – é a responsável pela explosão de sabores que resulta quando a carne é cozida. Eles então manipulam-a geneticamente e fermentam a levedura para produzir uma proteína heme naturalmente encontrada nas plantas, chamada legemoglobina de soja.

O heme produzido, garante a empresa, é idêntico ao heme essencial que os seres humanos consomem há centenas de milhares de anos na carne.

Melhor para o planeta

De acordo com um estudo publicado no Journal Science, comer menos carne animal é a maneira mais eficaz de ajudar a reduzir o impacto sobre a terra. Toda pessoa que trocar um quilo de carne moída por um quilo de carne à base de plantas pode economizar pessoalmente sete quilos de emissões de gases do efeito estufa e 90 galões de água.

O Impossible Burger já é encontrado em restaurantes nos Estados Unidos, Hong Kong, Macau e Singapura.