Dois elefantes de um circo polonês que passava pela Sibéria sofreram de hipotermia no último final de semana. Os animais eram transportados em um trailer. Porém, após um acidente, foram deixados expostos a temperaturas de -40ºC.

De acordo com as autoridades locais, os elefantes possuem 45 e 48 anos e alcançaram níveis altos de hipotermia, tendo até mesmo as pontas das orelhas congeladas. A saída encontrada pela equipe de resgata foi a utilização da vodca para esquentar os animais.

A bebida destilada é muito comum na Rússia e em outras partes do mundo em que a população lida com o frio intenso durante a maior parte do ano. Ela é usada para aquecer os humanos e também ajudou a salvar a vida dos elefantes na Sibéria.

O líquido dado aos elefantes consistia em uma mistura de água quente com vodca. Para mantê-los a salvo, os animais foram transportados em um caminhão e levados à garagem de uma escola local, equipada com sistema de calefação.

Um dos funcionários que auxiliou o resgate disse, em declaração a agência russa Ria Novosti, que, após o uso da vodca, os animais passaram a agir como se estivessem na selva. O diretor do zoológico da região, em Novosibirsk, Rostilav Shilo, garantiu que os elefantes não tiveram sequelas causadas pelo frio e também não foram intoxicados devido à ingestão de vodca. Com informações da Ria Novosti.

Redação CicloVivo

 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.