A falta de água na capital financeira do país é tema de pautas e debates em diversos meios de comunicação. Em meio à crise, Caio Ferraz, que já vem produzindo documentários sobre água em São Paulo desde 2007, resolveu registrar o momento em uma série documental com opiniões de diversos especialistas.

Batizado de Volume Vivo, o projeto é independente e realizado por meio de financiamento coletivo. Ferraz é também diretor do documentário Entre Rios, que conta a história de São Paulo sob a perspectiva de seus rios e córregos.


Foto: Volume Vivo

“A falta de transparência na sua gestão, a lógica da oferta inesgotável, a importância das florestas na produção de água e os prós e contras da privatização desse bem público, são algumas das questões que a websérie aborda em seus episódios temáticos”, descreve Ferraz em seu blog.

Segundo ele, a websérie parte da premissa que a crise é o momento oportuno para refletirmos sobre o uso do recurso, até porque lamentar não levará a solução nenhuma.


Foto: Volume Vivo

O primeiro episódio “A Negação da Crise” narra a resistência do governo paulista em admitir a gravidade da crise e a falta de transparência à população. Após 24 horas da estreia, o vídeo já tinha 23 mil visualizações, vale conferir:

O projeto Volume Vivo pode ser acompanhado aqui.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.