Um grupo de cientistas norte-americanos identificou uma relação direta entre o aquecimento e a antecipação do florescimento na primavera. A descoberta mostra que, em parte dos Estados Unidos, as flores começam a brotar com até um mês de antecedência.

O fenômeno foi estudado por pesquisadores das universidades de Boston, Harvard e Wisconsin, que se concentraram em análises feitas na região de Massachusetts e Wisconsin. Os dados obtidos entre 2010 e 2012 foram comparados com os primeiros registros já feitos, datados do século 19 e início do século 20.

“Nossos dados mostram que as plantas antecipam sua época de dar flores à medida que o clima continua a esquentar”, explicou Elizabeth Ellwood, principal autora do estudo, que foi publicado na revista científica PLoS ONE.

A relação identificada é de que as plantas florescem 4,1 dias mais cedo a cada grau Celsius elevado na temperatura. As primaveras de 2010 e de 2012 foram identificadas como as mais quentes dos EUA.

Nas duas ocasiões em que as altas temperaturas ocorreram, 27 das 32 plantas estudadas em Massachusetts deram flores com um mês de antecedência, quando comparadas aos registros feitos por Henry David Thoreau, em 1852. O mesmo cenário foi identificado em Wisconsin, com as primaveras recentes iniciando um mês antes das estudadas por Aldo Leopold, em 1930.

Este é um sinal de alerta que a natureza está dando. No entanto, também é uma prova de que a natureza encontra artifícios próprios para se adaptar às mudanças climáticas. Mesmo assim, existe a preocupação com os impactos que a redução nos períodos frios poderia causar no ciclo de crescimento das espécies ameaçadas. Com informações do Uol.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.